CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTURA > HISTÓRIA > Eterno doidão, Tim Maia completaria hoje 70 anos

Eterno doidão, Tim Maia completaria hoje 70 anos


Se estivesse vivo, o libriano Tim Maia completaria 70 anos hoje. Nascido no Rio de Janeiro em 28 de setembro de 1942, Sebastião Rodrigues Maia transformou-se num dos nomes mais importantes da música brasileira, influenciando uma geração de artistas com seu swing e poesia tão característicos. Como canabista – e doidão de primeira categoria – o cantor também fez história!

A ele são atribuídas a autoria de diversas gírias relacionadas à maconha, a exemplo de “garrastazu”, criado pelo cantor durante o período da ditadura sob o comando do sanguinário presidente-general Garrastazu Médici, o termo servia para designar o esconderijo onde ele e seus amigos pudessem queimar um – e talvez usar outras substâncias mais. É o que atualmente chamamos de mocó – ou cantinho casqueiro. 

Outra pérola eternizada na obra do cantor faz referência a uma das minhas variedades canábicas prediletas: haxixe. Na canção Chocolate, de 1971, Tim Maia exalta o creme do THC em versos como: “Não quero chá/ Não quero café/ Não quero Coca-Cola/ Me liguei no chocolate/ Eu me liguei!/ Só quero chocolate” – ahhh, eu também, e de preferência os marroquinos borbulhantes!!!

Muito esclarecido, Tim Maia chegou a defender a descriminalização da maconha durante os primórdios do Programa Livre, de Sérgio Groisman, como você confere no vídeo acima. Aproveita e acende uma vela em homenagem ao simpático e  supersticioso cantor, que por questões místicas preferia apresentar-se nos shows com looks em tons de azul e branco.

  • Fernando

    Já li a respeito de ”Chocolate” ele estar se referindo a LSD (doce) .. De qualquer maneira, e alguma coisa ligada a loucura haha ! Salve TIM MAIA !! Eterno Sindico !