CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MAIS LIDAS > Dr. Bud responde: por que às vezes a maconha causa “teto preto”?

Dr. Bud responde: por que às vezes a maconha causa “teto preto”?


Eis aqui uma questão que diversos leitores me fazem: por que, em certos casos, a maconha provoca sensação de “teto preto”?

Eu mesma já vi amigos passando por isso, assim como também experimentei a sensação algumas (poucas) vezes, então decidi investigar os processos biológicos por trás do fenômeno. Para isso, recorri à ajuda de um amigo médico & canabista que, por temer a repressão dos caretas, prefere manter seu nome em sigilo.

Primeiramente, o cardiologista Dr. Bud* explica que o popular “teto preto” inclui sensações de tontura, palidez, enjoo, perda da consciência e fraqueza, que podem culminar num desmaio momentâneo. Em casos extremos, podem acontecer até tremores, vômitos ou convulsões.

“O primeiro sintoma é a palidez”, diz ele, ao mencionar que, em inglês, o fenômeno é chamado de “white-out”. Já em português, o termo “teto preto” faz menção a outro sintoma comum: o turvamento da visão.

A reação é causada geralmente por hipotensão, ou seja, a queda brusca da pressão arterial – que pode acontecer por diversos motivos, e não exclusivamente ao fumar um. “A ligação entre a cannabis e a hipotensão é conhecida e tem sido estudada, embora não haja nenhuma conclusão definitiva a respeito”, aponta.

COMO EVITAR 

Dr. Bud lembra ainda que, para evitar o “teto preto”, o ideal é moderar o consumo da erva, especialmente as pessoas com quadros pré-existentes de hipotensão . “Evite o uso demasiado e reconheça seus limites”, indica. Estar bem alimentado e hidratado também ajuda a evitar a queda de pressão, pois a hipoglicemia pode ocasionar o transtorno.

A combinação de maconha com bebidas alcoolicas aumenta a predisposição ao distúrbio e, portanto, deve ser evitada especialmente pelos canabistas nível junior. “Prensar” a fumaça demais nos pulmões também pode facilitar o “teto preto” por interromper a oxigenação. Doenças, cansaço e até mesmo condições climáticas muito úmidas ou quentes são outras possíveis causas.

Redobre os cuidados quando for experimentar novas – e mais potentes – variedades de fumo. “Haxixes e concentrados podem aumentar ainda mais a chance de hipotensão, principalmente se você não está habituado a consumi-los, então vá com mais calma ainda”, recomenda Dr. Bud.

Além disso, o uso de bongs e a prática do dab também propiciam a queda de pressão nos mais desavisados.

O QUE FAZER

Se mesmo assim o “teto” bater, não entre em pânico: sente-se, respire fundo, tome uma água e tente, assim que possível, comer alguma coisa. “O teto preto causado por maconha costuma passar rápido e não oferece maiores riscos ou efeitos a longo prazo”, ressalta Dr. Bud.

* nome fictício; pseudônimo de um experiente cardiologista & canabista formado por uma das mais importantes universidades brasileiras de Medicina. Com 20 anos de profissão e de fumaça, ele adora pesquisar as relações entre canábis e saúde. Responsável por um movimentado consultório em algum canto qualquer, por motivos óbvios ele prefere ser identificado apenas como Dr. Bud, “até que a maconha seja finalmente legalizada”, como costuma dizer. Nas horas vagas, é o consultor MaryJuana para assuntos medicinais em geral. 

You may also like
Vídeo apresenta dicas de redução de danos no uso de maconha
Vídeo aborda redução de danos para usuários de haxixe
Vaporizador Firefly 2: extraia o máximo de sabor das suas ervas
UFSCAR/Sorocaba disponibiliza publicações sobre drogas gratuitamente na web

72 Responses

  1. Wisney santos

    Amei o senso de humor kkkkkkkkk , e mim ajudou mais suas pesquisas obg Dr Bud kkkkkllkkkk. Ass: Wisney Rapper

  2. Ingrid

    Muito bom o post, é isso que eu sinto… As vezes quando vou dormir e algo encosta em mim sinto formigamento e tudo travando de novo… Isso é teto preto??? Essa sensacao de travar é tão forte que chego as vezes dormir sem coberta. me identifiquei com o texto de “Name*”.

  3. Fumos já fazia quase um ano . Eu parava de fumar . Passava uns tempos , voltava de novo.
    Daí tudo bem.
    Até que eu já tava fumando de boa, vários meses tudo normal. Já tinha pegado um “bug” mais foi normal . Tipo foi só uma tonteira vista embaçada e vomito”. Isso aconteceu umas duas vezes.
    Depois de uma cara veio da em mim de novo.
    Tinha acabado de fumar um beckzao de skank. Porém nem tinha comido nada ainda ( tinha fumado o beck como de custume pra da aquela lárica firme rs e depois comer ). Em fim. Depois de ter fumado o beck de skank ,fui pra casa deitei na cama . E tava curtindo uma lombra de boa rs depois de uns minutinhos, tudo na minha mente tava se repetindo (tipo eu tava assistindo novela ) e a sena da novela tava se repetindo (na minha mente ) depois meu coração começou a acelera, nisso eu não conseguir me mecher e nem gritar , comecei ficar nervosa pq a sensação que eu estava sentindo não chegava nem um pouco os pés da sensação que eu senti quando tinha pegado um “bug” das outras vezes. A minha vista começou a ficar turva. Cada vez mais turva , nisso a única coisa que eu inxergava era um clarão . Uma luz muito forte. Nessa hora da luz forte eu já não sentia meu coração bater. Ele foi parando aos poucos na hora que minha vista tava ficando turva. Depois do clarão que era a única coisa que eu inxergava ( não via a televisão não via o meu quarto não via nada ) a única coisa que falava na minha mente . No meu subconsciente era tipo uma voz dizendo “eu morri eu morri eu morri” . Isso foi uma coisa muito estranha sabe parecia que tinha morrido mesmo. Eu tava com uma sensação de que tava levitando depois que apareceu o clarão na minha vista nem escutava mais nada ( tipó o som da televisão ) depois dessa “voz ” que eu ouvia a única coisa que eu tava sentindo era uma angústia daí eu só pensava na minha mãe e na minha irmã e pedi desculpa por fazer besteira. Nisso já fui voltando a encherga normal . Ao poucos fui vendo tudo que tinha no meu quarto. Depois levantei fui tomar água molhei o rosto e eu senti muito sono . Mais muito sono mesmo que logo em seguida fui dormir no quarto da minha prima pq eu tava arisca rsrs. Só acordei depois dela me chamando pra comer depois dormir de novo.
    Depoisdesse ocorrido não conseguir fumar mais de boa . Isso só ficava na minha mente. Ficava com medo de me dá isso de novo.

  4. Stephanny

    Olá. Faço o uso de maconha já à uns 2 anos. Antes era de boa, mas nos últimos meses quase toda vez que eu fumo tenho dado “teto preto”. Lembro que há um bom tempo atrás sem ter feito o uso senti as mesmas sensações e desmaiei, mas hoje em dia só acontece quando fumo.
    Fiz algumas pesquisas e percebi que os sintomas são praticamente os mesmos da síndrome vasovagal.
    será que existe algo pra que eu possa diferenciar e saber realmente se tenho teto preto frequente ou síndrome vasovagal?

  5. Raphael

    Olá, tenho rins policísticos que é uma doença crônica que afeta o funcionamento dos rins e causa pressão alta, por esse motivo tomo medicamentos para pressão. Fiz uso de maconha durante algum tempo sem maiores problemas, mas de uns tempos pra cá os ”tetos pretos” se tornaram bastante comuns. Será que devo interromper completamente o uso da erva?

    1. Oi, Raphael, tudo bem?

      Como seu caso é específico e vc utiliza medicamentos contínuos, cabe perguntar expor a questão ao seu médico para saber se os “tetos” são causados pela própria medicação – ou se vc só experimenta tais sensações desagradáveis quando fuma. De qq maneira, vale a lei do bom senso: pegue leve se for fumar, alimente-se bem e não deixe de questionar os médicos a respeito da sua condição. Jah bless!

  6. Tive “teto preto” ou não?
    Hoje fumei com meus amigos, conversa vai, conversa vem comecei a suar frio ficar enjoada comecei a a ficar com as vistas escuras já tive issu uma vez e fiquei dois dias inconsciente mas não tenho certeza dessa vez durou uma HR pq demorei a ir para casa fiquei um pouco tonta tremendo fumo já tem um tempo e achei estranho essa sensação tenho medo de ser uma doença poderia mi explicar um pouco sobre issu?

  7. ari

    Tive 4x já. Uma na aula de canto. Tinha fumado antes e não tinha comido. Segunda vez foi na rodosviaria voltando da praia. A terceira foi no banheiro. Tava fumando de boa. E a ultima foi hoje. Tinha comigo um miojo. E antes de fumar comi um sorvete. Ai fui no mercado com a minha amiga. Na fila do caixa começou me dar nausea. E formigar o corpo. E falta de ar. Como já tinha passado por isso falei pra minha amiga q tava dando pt. Ai não tinha nenhum lugar pra sentar. Agachei no chão. Na hora q abaixei já tinha apagado a visão e voltado. So que eu ainda tava com a cabeça pesada. Falta de ar. Nausea. E tapou meu ouvido. So ouvia um apito q parecia q vinha da cabeça. Ate q me sentaram numa cadeira. Eu encostei a cabeça da barriga da minha amiga. E não tava voltando. Parecia q eu ia morrer. Senti muito calor. E tava segurando pra não vomitar. Aos poucos foi voltando a cor do rosto. Comi salgadinho e voltou. Mas foram uns 15 min de muita agonia. E aconteceu 2x em uma semana.

  8. Eu estava de resaca fui na casa do broder fumar um ajente fumou um groçao dai de boa. Depois tive adensaçao de nao sentir o meu corpo o coraçao aselerou começei a soar e a lingua querer embolar

Leave a Reply