Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Uso diário de maconha ajuda a combater dores crônicas

Uso diário de maconha ajuda a combater dores crônicas


Espalhe a boa !
  • 555
    Shares
Não é de hoje que a ciência reconhece o potencial da maconha em tratar dores crônicas. Pois agora mais um estudo chega para corroborar essa tese.

Segundo extensa pesquisa publicada no Journal of Pain, pacientes de dores crônicas que fizeram uso diário da erva por pelo menos um ano relataram redução do desconforto e melhora da qualidade de vida.

Conduzido por pesquisadores da Universidade McGill de Montreal, no Canadá, o levantamento avaliou as condições de saúde a longo prazo de 216 usuários de maconha medicinal. Todos eram portadores de dores crônicas de origem não-oncológica e consumiram uma dose diária padronizada de maconha com 12,5% de THC.

Além disso, todos os participantes tinham em comum o fato de terem a aprovação do Ministério de Saúde do Canadá para fazer uso medicinal da erva. Em média, durante o estudo eles consumiram 2,5 gramas de erva por dia, sobretudo através de inalação ou vaporização.

No geral, os pacientes que utilizam maconha relataram menor percepção das dores em relação ao grupo de controle. Sintomas como depressão, ansiedade e fadiga também mostraram-se menos frequentes entre os maconheiros.

“O uso controlado de maconha na forma herbal – desde que utilizada por pacientes experientes e como parte de um programa de tratamento monitorado por pelo menos um ano – possui um perfil de segurança razoável”, conclui a pesquisa, que pode ser visualizada na íntegra por aqui.

You may also like
Nova Zelândia legaliza uso medicinal da maconha
Com mercado aquecido, empresas de maconha do Canadá importam trabalhadores
Comissão do Senado aprova descriminalização da maconha para uso medicinal
UFRN abre primeiro curso sobre uso medicinal da maconha

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.