CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CIÊNCIA > Cientistas medem a quantidade de THC na atmosfera

Cientistas medem a quantidade de THC na atmosfera


Não tem pra onde correr: a maconha – e outras substâncias lícitas e ilícitas – pairam inevitavelmente no ar que você respira. Pelo menos é o que sugere um recente estudo conduzido por pesquisadores italianos e divulgado em primeira mão pelos colegas da High Times.

Dispostos a medir a presença de drogas psicotrópicas na atmosfera, os cientistas verificaram traços de nicotina, cocaína, cannabis, metanfetamina, ketamina e heroína. Os dados foram coletados em centrais de monitoramento da qualidade do ar espalhadas por áreas urbanas em toda a Itália.

Adivinhe qual foi a substância ilícita encontrada com mais frequência no ar durante a pesquisa? O THC e outros canabinoides, claro!

O estudo mostrou ainda que a concentração de canabinoides no ar costuma ser maior no inverno (1,3 -21 ng / m3) do que no verão (0,06 -0,25 ng / m3). O que não significa, necessariamente, que o consumo de maconha seja maior nos dias frios, pois o levantamento também aponta correlações entre a concentração de THC no ar e condições meteorológicas específicas, como umidade elevada, reduzidas velocidades do vento e temperaturas baixas.

A cocaína veio em segundo lugar na lista de substâncias mais presentes na atmosfera italiana. Já outras drogas como ketamina, metanfetamina e heroína não foram detectadas com muita frequência ar no geral.

No entanto, os cientistas encontraram quantidades ligeiramente elevadas de ketamina e metanfetamina em lugares próximos às casas noturnas.

As quantidades de cocaína e THC presentes no ar tenderam a aumentar no fim de semana, enquanto a presença de metanfetamina permaneceu consistente durante os sete dias da semana.

*Foto: nicolebryner

  • Pedrada

    Heyy mary…
    Tá cada vez mais dificil encontrar seu blog por buscas via google. Procurava por blog maryjuana e agora não acha mais nada… Apenas Maryjuana então só acha coisa gringa
    Será que estão boicotando?