CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > ATIVISMO > JORNALIXO > Jornalixo 420 #10

Jornalixo 420 #10


Esta semana sobraram exemplos de jornalixo aplicado à maconha por aí. Foram tantas notícias errôneas, incompletas, toscas e macabras sobre a erva, que precisei deixar algumas de fora.

Prepare-se psicologicamente com uns bons pegas no baseado e #vemcomigo conferir as notícias mais bizarras sobre maconha que saíram na “imprenÇa” brasileira na semana:

-Acuma?

yudi

Esta notícia é bizarra por muitos motivos. A começar pelo personagem: who da fuck is Yudi Tamashiro? E desde quando usar uma singela meia estampada com a folha da maconha tem alguma relevância jornalística? Bom, para um site tão superficial como o Ego, tais fatos inspiram mais um clássico exemplo de jornalixo.

-Qual é o crime mesmo?

g_LLXGY17Z-IBUV_canabis

Incrível como certo teor misógino pode ser detectado em notícias como esta que nos chega do Paraná. O sujeito ter batido na mulher não é o crime que recebe a devida importância (seja da polícia ou da “imprenÇa”). Em vez disso, o foco da matéria – e da denúncia – voltam-se para uns poucos & mal cuidados pés de maconha encontrados por acaso na casa do suspeito.

-Não mais presos por plantar!

g_cdxpes-de-maconha

Não é possível que, semana a semana, repitam-se casos de prisões de inocentes por cultivo de poucos pés de maconha. Em Ponta Grossa (PR), duas pessoas foram detidas por causa de três plantas encontradas em um terreno baldio. Enquanto a polícia perde tempo capturando usuários, a bandidagem continua numa boa!

– Quando a preguiça de apurar encontra a irrelevância…

20151006115217

A apuração dos dados é uma das etapas mais importantes e desafiadoras do trabalho jornalístico. E quando há alguma falha neste processo – geralmente por preguiça dos coleguinhas – o resultado são notícias toscas como esta que nos chega de Rondônia. O texto sequer citar qualquer informação exata sobre “certa quantidade de maconha” encontrada com os acusados. Seja como for, quando existem outros flagrantes como armas e drogas, um incauto pé de maconha jamais deveria ser o foco da notícia ou da denúncia!

-Analfabeto funcional

005

Tem “jornalista” que se supera na ignorância! Além de fazer sensacionalismo em cima duma apreensão inútil de alguns pequenos pés de maconha e uma ínfima quantia da erva prensada, o coleguinha em questão sequer consegue escrever em português claro & correto. Nota zero pra ele!

You may also like
Retrospectiva Canábica 2017
Jornalixo 420 #30
Jornalixo 420 #29
Jornalixo 420 #28

Leave a Reply