CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTURA > CINEMA > Cine420 #55: Operação França

Cine420 #55: Operação França


Baseado numa história real, “Operação França” consiste num dos melhores policiais urbanos já produzidos em toda a história de Hollywood. Lançado em 1971, o filme faturou nada menos do que 5 dos 8 Oscar a que concorreu em 1972. Protagonizada por Gene Hackman – no papel de um policial dos mais “coxas” – a história é recheada de cenas de perseguição clássicas, além de muitas droguinhas.

O enredo é inspirado num caso real ocorrido na década de 1960, quando foi apreendida em Nova York a maior carga de heroína até então.

Confira o trailer acima e assista ao filme completo no Netflix.

Sinopse:

Marselha, França. Um assassino profissional, Pierre Nicoli (Marcel Bozzuffi), mata um detetive francês. Paralelamente em Nova York, Jimmy “Popeye” Doyle (Gene Hackman), um detetive da polícia, e Buddy “Cloudy” Russo (Roy Scheider), seu parceiro, investigam discretamente Salvatore “Sal” Boca (Tony Lo Bianco), um pequeno comerciante, que está tendo gastos muito acima da sua renda. Cada vez existem mais indícios que grande parte da renda de Sal é ganha ilegalmente e, no processo, é ajudado pela esposa, Angie Boca (Arlene Farber). Isto os leva a descobrir que um grande carregamento de droga está para chegar no país, assim Popeye e Buddy recebem ordens para trabalhar com os agentes federais Bill Mulderig (Bill Hickman) e Bill Klein (Sonny Grosso). Acontece que Doyle e Mulderig têm desavenças, pois uma vez os instintos de Doyle falharam, o que provocou a morte do parceiro. O cérebro da operação é Alain Charnier (Fernando Rey), que esconde 60 quilos de heroína no Lincoln Continental, um carro de luxo que pertence a Henri Devereaux (Frédéric de Pasquale), um astro de cinema que, em razão da sua fama, não deverá ser importunado quando estiver filmando em Nova York. Alain contata Sal para organizar a venda da heroína, mas Doyle vigia Sal e logo começará um jogo de gato e rato.