CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTIVO > 6 micronutrientes essenciais à maconha

6 micronutrientes essenciais à maconha


Cultivar maconha vai muito além de jogar a semente na terra. Para que a planta se desenvolva plenamente – e produza as tão desejadas flores – é preciso garantir uma nutrição eficaz durante todo o seu ciclo de vida.

Não faz muito tempo que você conheceu os principais macronutrientes fundamentais à erva. Só que eles não agem sozinhos, necessitando da complementação de outros elementos secundários em fases distintas do crescimento da planta.

Chamadas micronutrientes, tais substâncias são utilizadas pelas plantas em pequenas quantidades. Quando em falta, no entanto, podem acarretar grandes perdas na produtividade.

Conheça a seguir os seis micronutrientes que não podem faltar na sua horta:

1) Boro (B)

Auxilia no desenvolvimento de sementes e estimula a criação de novos tricomas, garantindo flores mais robustas. Atua também no metabolismo de carboidratos e transportes de açúcares, na formação da parede celular e no movimento da seiva.

2) Zinco (Zn)

Fundamental para a síntese de proteínas, o zinco ajuda a controlar a produção de açúcares e das chamadas auxinas (hormônios vegetais de crescimento). Ajuda ainda no desenvolvimento das flores e na maturação das plantas.

3) Silício (Si)

Aumenta a resistência às pragas, diminui a taxa de transpiração e confere maior eficiência fotossintética, fazendo com que a planta absorva melhor os demais nutrientes.

4) Molibdênio (Mo)

Ajuda a planta a fixar o nitrogênio disponível, além de acelerar outros processos fisiológicos.

5) Cobre (Cu)

Tem papel importante na fotossíntese, respiração e fixação de nitrogênio. Participa ainda da síntese de enzimas cruciais ao desenvolvimento das plantas.

6) Cloro (Cl)

Auxilia no metabolismo geral das plantas. Geralmente abundante na água encanada, é mais comum o excesso do que a deficiência deste micronutriente.