CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTURA > RELIGIÃO > Nos EUA, uma nova igreja pretende combater os estigmas da maconha

Nos EUA, uma nova igreja pretende combater os estigmas da maconha


Enquanto no Brasil o líder rastafári Ras Geraldo está na cadeia há quatro anos por fazer uso religioso de maconha, nos Estados Unidos proliferam-se as igrejas dedicadas a cultuar a erva sagrada.

Na semana passada, a denominada Primeira Igreja Canábica da Lógica e Razão (numa tradução livre de First Cannabis Church of Logic and Reason) foi inaugurada na cidade de Lansing, em Michigan.

igreja_2_maryjuana

De acordo com reportagem do Lansing State Journal, aproximadamente cinquenta pessoas compareceram à cerimônia inaugural, que ocorreu no domingo (26/6).

Que tal fumar maconha no culto de domingo?

Segundo o organizador (ou seria pastor?) Jeremy Hall, o objetivo da igreja é criar um lugar seguro onde os membros possam celebrar as propriedades espirituais da cannabis. Não há, entretanto, nenhuma relação direta com qualquer crença religiosa específica.

Jeremy Hall, fundador da First Cannabis Church of Logic and Reason

Na prática, a igreja permite que os fiéis incinerem seus baseados tranquilamente durante o seu tradicional culto de domingo.

Hall acredita que, ao aliviar as dores e criar uma sensação de pertencimento, a maconha pode ser parte de enriquecedoras experiências religiosas.

Na luta contra o preconceito

Outro objetivo da recém-lançada igreja é combater os estigmas associados à cannabis e seus usuários. “Estamos usando nossa igreja para elevar o conhecimento da comunidade, mostrando que os maconheiros não são um fardo para a sociedade ou um grupo de criminosos desmotivados”,declarou Hall.

Se liga só nas mensagens dos adesivos da First Cannabis Church of Logic And Reason

Se liga só nas mensagens dos adesivos da First Cannabis Church of Logic And Reason

Haters de sempre

É óbvio que a ousada iniciativa atraiu a atenção de alguns (pouquíssimos) haters proibicionistas, como esta tiazinha, que decidiu protestar no dia da inauguração da igreja.

haters_maryjuana

Vale lembrar que, no Michigan, o uso de maconha com fins medicinais está aprovado desde 2008.