CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Estudo brasileiro afirma que canabinoides combatem depressão associada ao diabetes

Estudo brasileiro afirma que canabinoides combatem depressão associada ao diabetes


Conjunto de doenças crônicas que resulta em altos níveis de açúcar no sangue, o diabetes atinge atualmente cerca de 62 milhões de pessoas nas Américas, segundo dados da Organização Mundial de Saúde.

Só no Brasil, estima-se que 16 milhões de adultos sofrem com a doença e, por ano, 72 mil morrem no país.

Um dos sintomas mais insidiosos – e geralmente pouco discutidos – do diabetes é a depressão. Estatísticas indicam que uma em cada três pessoas com diabetes apresenta quadros depressivos.

É aí que entra a maconha…

Segundo um novo estudo veiculado na revista European Neuropsychopharmacology, os canabinoides são uma possível – e segura – opção de tratamento para a depressão associada ao diabetes.

A pesquisa foi realizada por uma equipe de cientistas brasileiros de instituições distintas, como Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal de Santa Catarina e Universidade de São Paulo.

“A fisiopatologia associada ao aumento da prevalência de depressão em diabéticos não é completamente compreendida, embora estudos apontem o sistema endocanabinoide como um possível alvo”, afirmam os cientistas.

Realizados em ratos diabéticos, os testes buscaram avaliar os efeitos de substâncias análogas aos canabinoides produzidas pelo corpo – como a anandamida – no tratamento da doença.

“Os resultados sugerem que, em relação à depressão associada ao diabetes, o endocanabinoide anandamida tem potencial para induzir mudanças neuro-adaptativas capazes de melhorar a resposta depressiva.

Maconha X diabetes

Não é de hoje que a ciência confirma os benefícios dos canabinoides para o tratamento de diabetes. Clique aqui para saber tudo sobre o assunto.

You may also like
THC pode aumentar eficácia e segurança dos opioides
Menina com paralisia cerebral ganha na Justiça direito de receber óleo de maconha no Ceará
THC auxilia no tratamento da agitação em pacientes com Alzheimer
Pesquisadores brasileiros estudam o efeito antidepressivo do CBD

Leave a Reply