CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CURIOSIDADES > Por dentro do Museu da Cannabis de Montevideo

Por dentro do Museu da Cannabis de Montevideo


Parte fundamental da nossa história, a cultura canábica está cada vez mais enraizada na América do Sul.

Em dezembro de 2016, precisamente no dia 6/12, foi inaugurado no Uruguai um museu permanente dedicado à maconha.

Primeiro do gênero na América Latina, o Museu da Cannabis de Montevideo tem como objetivo apresentar o histórico de uso – e proibição – da planta mais (injustamente) combatida no planeta.

Instalado na área central da capital uruguaia – mais precisamente no bairro Palermo – o espaço abriga uma variedade de objetos, documentos e demais itens relacionados à maconha.

O objetivo é conduzir os visitantes a uma “viagem por diversas facetas de uma das plantas mais importantes do mundo, tanto por suas propriedades medicinais como pela importância histórica”, afirma Eduardo Blasina, diretor do museu.

O local conta com apoio do Hash Marihuana & Hemp Museum, de Amsterdã, que cedeu alguns dos materiais expostos no local.

Convidada para a inauguração do museu, a equipe Maryjuana fez um passeio acompanhada de Blasina – e transmitida ao vivo pelo Facebook, no vídeo que pode ser conferido a seguir:

Ao vivo do Museu da Cannabis de Montevideo

Posted by Maryjuana on Tuesday, December 13, 2016

Dividido em áreas distintas, porém integradas, o espaço ajuda a contar um pouco da história da maconha no mundo – e na América do Sul.

“A proposta do local é oferecer uma viagem sobre uma das plantas mais antigas e importantes do mundo”, ressalta Blasina.

Logo na entrada do museu, uma florida plantinha em exposição dá as boas-vindas aos visitantes – e ajuda a perfumar o local com seu aroma adocicado.

Fachada do Museu da Cannabis de Montevideo (MCM).

Relíquias do uso medicinal e recreativo da maconha fazem parte do acervo do Museu da Cannabis de Montevideo.

Produtos medicinais contemporâneos feitos à base da erva ajudam a mostrar a evolução e variedade de aplicações dos canabinoides.

Coletânea de jornais, revistas e materiais impressos ajuda a contar os fatos e desdobramentos da legalização da maconha no Uruguai.

O museu também coleciona obras literárias diversas associadas não só à cannabis. mas à contracultura de modo geral.

Relíquias do proibicionismo integram o acervo de impressos do Museu da Cannabis de Montevideo.

Entre as exclusividades do acervo está a linha de massas feitas com cannabis, que “serão os primeiros produtos alimentícios produzidos a partir de cânhamo no Uruguai”, diz Blasina.

“Maconha: uma planta paradoxal.”

Cosméticos e produtos diversos feitos com cannabis são outro ponto forte do acervo.

Itens têxteis de cânhamo.

Pés de maconha vegetam livremente na área externa do museu, onde está localizado um pequeno – e riquíssimo – jardim botânico, com centenas de espécies vegetais.

Plantas diversas, além da maconha, integram o jardim botânico anexo ao Museu da Cannabis de Montevideo.

Detalhe da decoração.

LA Confidential crescendo feliz diretamente no solo da área externa do museu.

Um dos destaques do jardim botânico é a variedade de cactos do local. Ao todo, são mais de 200 espécies coletadas por Blasina ao redor do planeta.

O cacto alucinógeno San Pedro cresce abundantemente no local.

Vista do Jardim Botânico.

“Linha do tempo” traça os principais acontecimentos relacionados às liberdades individuais no Uruguai.

Papéis feitos à base de maconha.

Além de itens relacionados à cannabis, o museu também abriga itens relacionados à outra paixão herbal que faz parte da cultura e costumes uruguaios: o hábito de beber infusão de erva-mate (conhecida no Sul do Brasil como “chimarrão”).

Visite: Museo del Cannabis Montevideo

Rua Durazno, 1784 (esquina com Yaro)

De terça a sábado, das 14h às 19h.

Clique aqui para saber mais. 

You may also like
Retiro canábico para mulheres faz sucesso na Califórnia
Movimento pela liberação da maconha cresce no Chile
No Uruguai, mais da metade dos consumidores usa maconha legal
Cannabipiel: laboratório uruguaio lança creme à base de CBD

Leave a Reply