CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CURIOSIDADES > Desvendamos 4 mitos sobre o THC

Desvendamos 4 mitos sobre o THC


Se os mitos proibicionistas que circulam por aí fossem levados ao pé da letra, provavelmente ninguém se atreveria a chegar perto de uma planta tão “perigosa” e “potencialmente letal” como a maconha.

Tão ou mais injustiçado que a própria planta, só mesmo o THC –  ou tetrahidrocanabinol, um dos canabinoides mais abundantes, benéficos (e polêmicos) da cannabis.

Responsável pelos efeitos psicoativos da maconha, a substância é alvo das mais sinistras falácias “plantadas” durante longas décadas de obscurantismo proibicionista.

Para esclarecer os fatos, desvendamos os quatro principais mitos sobre o THC. Confira:

1- THC pode te matar

Esqueça aqueles boatos sobre pessoas que morreram consumindo maconha por sobredose de THC. Pura “fake news”. A verdade é que a maconha não vai te matar e o THC – definitivamente! – não provoca overdose fatal.

Não existe, em todo o mundo, um único caso documentado de morte por consumo da erva. Quem mata – diariamente – é a guerra às drogas.

2- THC te deixa burro

O estereótipo do maconheiro “burro e sequelado” tem origem em histórias à la Reefer Madness da década de 1930, relacionando o hábito de fumar maconha a uma possível queda do índice de QI.

No entanto, fato é que nenhum estudo científico conseguiu vincular o consumo de THC à diminuição da inteligência. Pelo contrário. Recentemente, pesquisa publicada na revista Frontiers in Pharmacology sugeriu que a erva pode, na verdade, melhorar a função cognitiva em adultos.

3- THC causa perda de memória

Há quem diga que a maconha cause perda de memória, mas na realidade o THC pouco afeta a memória de curto prazo.

Pelo contrário, a erva pode até mesmo beneficiar a memória e funções cognitivas dos usuários, segundo aponta estudo publicado no início do ano na revista Psychology of Addictive Behavior.

4- THC não tem propriedades medicinais 

Eis aqui o mais injusto e falacioso mito envolvendo o THC, responsável pelo sofrimento de milhões de pacientes em todo o mundo. Insistir na tese de que o canabinoide não possui propriedades medicinais é mais do que um equívoco: é puro mau-caratismo e ignorância.

De câncer a Alzheimer, passando por esclerose múltipla e depressão, o THC é um dos mais versáteis e benéficos canabinoides encontrados na maconha.

*Foto: Justin Sullivan/Getty Images

You may also like
Combinação de radioterapia com canabinoides pode revolucionar tratamento contra o câncer
CBDV pode ter papel crucial para o efeito anticonvulsivo da maconha
Teoria da maconha como “porta de entrada” é uma falácia
THC pode impedir que portadores do vírus HIV desenvolvam AIDS

Leave a Reply