Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CURIOSIDADES > Desvendamos 4 mitos sobre o THC

Desvendamos 4 mitos sobre o THC


Espalhe a boa !
Se os mitos proibicionistas que circulam por aí fossem levados ao pé da letra, provavelmente ninguém se atreveria a chegar perto de uma planta tão “perigosa” e “potencialmente letal” como a maconha.

Tão ou mais injustiçado que a própria planta, só mesmo o THC –  ou tetrahidrocanabinol, um dos canabinoides mais abundantes, benéficos (e polêmicos) da cannabis.

Responsável pelos efeitos psicoativos da maconha, a substância é alvo das mais sinistras falácias “plantadas” durante longas décadas de obscurantismo proibicionista.

Para esclarecer os fatos, desvendamos os quatro principais mitos sobre o THC. Confira:

1- THC pode te matar

Esqueça aqueles boatos sobre pessoas que morreram consumindo maconha por sobredose de THC. Pura “fake news”. A verdade é que a maconha não vai te matar e o THC – definitivamente! – não provoca overdose fatal.

Não existe, em todo o mundo, um único caso documentado de morte por consumo da erva. Quem mata – diariamente – é a guerra às drogas.

2- THC te deixa burro

O estereótipo do maconheiro “burro e sequelado” tem origem em histórias à la Reefer Madness da década de 1930, relacionando o hábito de fumar maconha a uma possível queda do índice de QI.

No entanto, fato é que nenhum estudo científico conseguiu vincular o consumo de THC à diminuição da inteligência. Pelo contrário. Recentemente, pesquisa publicada na revista Frontiers in Pharmacology sugeriu que a erva pode, na verdade, melhorar a função cognitiva em adultos.

3- THC causa perda de memória

Há quem diga que a maconha cause perda de memória, mas na realidade o THC pouco afeta a memória de curto prazo.

Pelo contrário, a erva pode até mesmo beneficiar a memória e funções cognitivas dos usuários, segundo aponta estudo publicado no início do ano na revista Psychology of Addictive Behavior.

4- THC não tem propriedades medicinais 

Eis aqui o mais injusto e falacioso mito envolvendo o THC, responsável pelo sofrimento de milhões de pacientes em todo o mundo. Insistir na tese de que o canabinoide não possui propriedades medicinais é mais do que um equívoco: é puro mau-caratismo e ignorância.

De câncer a Alzheimer, passando por esclerose múltipla e depressão, o THC é um dos mais versáteis e benéficos canabinoides encontrados na maconha.

*Foto: Justin Sullivan/Getty Images

You may also like
CBD pode ser eficaz no tratamento do TEPT
Estudo aponta eficácia dos canabinoides no tratamento do câncer de próstata
Sistema endocanabinoide participa do processo de hibernação de marmotas
Combinação de radioterapia com canabinoides pode revolucionar tratamento contra o câncer

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.