CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > Plataforma Brasileira de Política de Drogas > Brasil terá sua primeira revista sobre política de drogas

Brasil terá sua primeira revista sobre política de drogas


A partir de setembro, o Brasil terá sua primeira publicação sobre política de drogas.

Está nascendo a Platô: Drogas e Políticas, criada pela Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD) em parceria com o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap).

Gestada pela Coordenação Científica da PBPD, a Platô foi pensada para preencher um vácuo até então existente no campo científico das drogas: a ausência de uma publicação nacional que unisse, em uma única edição, as múltiplas faces da política de drogas brasileira.

“Queremos trazer uma discussão rigorosa sobre diversos aspectos relacionados ao tema, buscando aproximar a perspectiva acadêmica de um público mais amplo, inclusive por meio de traduções para o português”, afirma o antropólogo Maurício Fiore, coordenador científico da PBPD e editor da publicação. “A discussão política que não se limita a uma disputa entre dados e evidências”, diz.

Em seu número de estreia, a revista traz o artigo de Suzanne Fraser intitulado O futuro da “dependência”: crítica e composição, publicado originalmente no International Journal of Drug Policy e traduzido para a Platô. Nele, a autora questiona a tentativa de parte dos especialistas de definir, de maneira taxativa e sem controvérsias, a dependência como uma doença crônica do cérebro.

A edição também traz dois artigos originais, produzidos com apoio financeiro da PBPD e selecionados por meio de edital. A fumaça do bom direito: demandas pelo acesso legal à maconha na cidade do Rio de Janeiro, assinado por pesquisadores ligados à Abracannabis, detalha a consolidação de um movimento, hoje nacional, de familiares que buscam ter acesso ao uso terapêutico de cannabis.

O segundo artigo, escrito por membros da Associação Psicodélica do Brasil, descreve ações e percepções sobre a redução de danos em um festival de música eletrônica no país, contexto de intenso consumo de drogas lícitas e ilícitas.

Após o lançamento, a edição online da Platô estará disponível no site da Plataforma Brasileira de Política de Drogas. O acesso será aberto e gratuito.

Platô será lançada dia 26 de setembro, no Rio de Janeiro

Confira a programação:

10h30 – Abertura
Pedro Abramovay (OSF)

10h45 – Platô: por um debate cientificamente qualificado que não teme a política
Mauricio Fiore (PBPD e Cebrap)

11h – As controvérsias sobre o conceito de dependência
Profa. Dra. Andrea Gallassi (CRR/UNB)

11h40 – Política e conhecimento na luta pelo uso terapêutico de maconha
Prof. Dr. Frederico Policarpo (UFF e Abracannabis)

12h05 – Ações de redução de danos em festivais na perspectiva de quem está lá
Prof. Fernando Beserra (IFRJ e Associação Psicodélica do Brasil)

12h30 – Encerramento e distribuição da revista

Participe do lançamento! 

Quando: 26 de setembro, terça-feira, às 10h30
Local: Escritório da Open Society Foundations:
Ladeira da Glória, 26, casa 5 – Rio de Janeiro (RJ)