CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTURA > GENTE > Obama voltou a fumar maconha, afirma livro inédito

Obama voltou a fumar maconha, afirma livro inédito


O fato de que Barack Obama fumava maconha em sua juventude não é segredo para ninguém. E, ao que tudo indica, o ex-presidente americano está de volta à atividade canábica!

Pelo menos é o que sugere um novo livro lançado por Ed Klein, ex-editor-chefe do jornal The New York Times e ex-editor da revista Newsweek.

Na obra “All Out War: The Plot to Destroy Trump” (ainda sem tradução para o português), o autor afirma que um amigo íntimo de Obama lhe contou que “Barack se considera um ex-presidente hipster, um cara legal, que deseja recuperar o estilo dos tempos de maconheiro, quando fazia parte da ‘Choom Gang’, no Hawaii”.

Em tempo: “Choom Gang” consistia em um grupo de alunos da Escola Punahou, em Honolulu, onde Obama cursou o ensino médio. Composta por atletas e estudantes, a turma desfrutava do tempo livre jogando basquete, contemplando a natureza e, claro, fumando maconha.

O hábito de fumar maconha na juventude, aliás, foi admitido pelo próprio ex-presidente em seu livro de memórias “Dreams From My Father”, de 2005.

De acordo o livro de Klein, Obama optou por não oferecer “resistência” contra o atual presidente americano Donald Trump.  Em vez disso, diz o autor, o ex-presidente prefere gastar seu tempo “jogando videogame, conversando no telefone com amigos, fumando maconha e degustando ursinhos de goma infundidos com cannabis”.

Ainda segundo Klein, o suposto amigo de Obama contou que “ele consegue maconha através de amigos que o visitam” – além de “manter um pequeno esconderijo em seu quarto e não se esqueceu de como apertar um baseado”.

“Às vezes, Obama fuma em seu quarto e, às vezes, no quintal. Mas ele faz isso principalmente quando está viajando”, completa.

Suspeita de boato à parte, o fato é que Obama já deu pala até mesmo em suas playlists oficiais no Spotify.