Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > ESTILO DE VIDA > SEXO > Xapa-Xana: conheça o lubrificante brasileiro à base de maconha

Xapa-Xana: conheça o lubrificante brasileiro à base de maconha


Espalhe a boa !
  • 3.9K
    Shares
Lubrificantes sexuais feitos à base de maconha não são nenhuma novidade – basta observar o sucesso do “Foria”, por exemplo, comercializado livremente nos Estados Unidos. Mas agora já existe uma versão brasileira do produto.

Com o gracioso nome de Xapa-Xana, o lubrificante afrodisíaco pode ser encomendado através de uma página no Facebook. Criado por uma brasileira, o produto consiste numa mistura caseira de flores de maconha e óleo de coco.

De acordo com as instruções de uso da fabricante, o lubrificante – feito sob medida para mulheres – deve ser aplicado nos lábios vaginais cerca de uma hora antes do sexo.

“A mucosa absorve o produto e deixa a região muito mais sensível aos toques, o que promete orgasmos de até quinze minutos!”, afirma a publicidade da marca.

O produto, que pode ser usado com preservativo, ainda promete ação antifúngica, anti-inflamatória e antibacteriana.

Só não vale ficar na expectativa de chapar com o lubrificante. “A quantidade de THC usada não é capaz de deixar a pessoa chapada, nem quem fizer sexo oral”, ressalta o anúncio.

A galera da Vice Brasil trocou uma ideia com a criadora do Xapa-Xana durante a Expocannabis Uruguay 2017. Confira neste link.

*Foto: Larissa Zaidan/Vice

You may also like
Comissão do Senado aprova descriminalização da maconha para uso medicinal
Alexandre de Moraes libera para julgamento processo sobre descriminalização da maconha
Sonho Andante #13: O melhor da MPB para curtir às 4:20
Descriminalização do cultivo de maconha para uso terapêutico pode ser aprovada esta semana no Senado

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.