CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Canabidiol é aposta para tratamento inovador contra a acne

Canabidiol é aposta para tratamento inovador contra a acne


A acne é uma doença de pele causada pela produção excessiva de células mortas e óleo, resultando no entupimento dos folículos capilares, crescimento da bactéria Propionibacterium acnes e inflamação da região.

Atualmente, existem poucos medicamentos eficazes para o tratamento e estas opções vêm acompanhadas de efeitos colaterais significativos. Porém, estudos indicam que um produto derivado da maconha pode ser um grande aliado no combate à acne.

Os medicamentos mais utilizados no tratamento da acne são a isotretinoína, o ácido retinóico e determinados antibióticos. A isotretinoína vem na forma de cápsulas que devem ser ingeridas. Esta substância pode causar anormalidades nas enzimas hepáticas, dislipidemia e seu uso é terminantemente proibido durante a gravidez devido ao efeito teratogênico.

O ácido retinóico, por sua vez, é aplicado diretamente na pele, e geralmente causa vermelhidão e descamação. Já os antibióticos podem levar à resistência bacteriana.

Progressão da acne.

Recentemente, produtos naturais começaram a receber maior atenção como possíveis candidatos para o tratamento da acne. Um deles é o Canabidiol (CBD), uma substância não psicoativa encontrada na maconha (Cannabis).

Um grupo de pesquisadores europeus observou que, pelo menos in vitro, o CBD reduz a produção de óleo pelas glândulas sebáceas da pele ao mesmo tempo que apresenta ação antiinflamatória.

Os especialistas afirmam que estas características são muito desejadas no tratamento da acne e que produtos contendo CBD podem vir a ser uma classe potente e inovadora de agentes anti-acne.

*Por LIA ESUMI: Bióloga, MS/PhD em Psicobiologia e colaboradora no Maryjuana

You may also like
CBD auxilia tratamento da síndrome de Lennox-Gastaut
Empresa americana lança linha de maquiagem para os olhos com maconha
Plantio de maconha mobiliza empresas no Brasil
CBD apresenta efeitos promissores no tratamento das “crianças-borboleta”

Leave a Reply