CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > NEGÓCIOS > Startup canadense oferece delivery de maconha em bicicletas

Startup canadense oferece delivery de maconha em bicicletas


Em países legalizados como o Canadá, não há limites para a criatividade dos hempreendedores.

Em Vancouver, por exemplo, já existe um serviço de entrega de maconha em bicicletas que promete levar a erva até você em, no máximo, vinte minutos. Caso ultrapasse esse período, a empresa recompensa o cliente com um baseado totalmente gratuito.

Lançada no fim de maio, a Spruce Delivery promete serviço rápido dentro de sua área de entrega, que inclui o centro de Vancouver, além das áreas ao norte da orla, ao sul da Broadway e a leste de Victoria Drive. O slogan ajuda a resumir a missão da startup: “Entrega de maconha. Simplificada”.

“Somos um serviço de entrega de maconha movido a bicicletas, que funciona em menos de 20 minutos, o que é mais rápido do que pedir uma pizza”, declarou Frank Le, um dos sócios da companhia, em entrevista ao Vancouver Sun.

Cenário controverso

Apesar de promissor, o mercado canábico canadense vive um momento controverso enquanto aguarda a implementação da lei federal que descriminalizará o uso recreativo de maconha no país, prevista para ocorrer no fim de junho.

Até lá, a atividade desenvolvida pela Spruce Delivery será taxada como “tráfico de drogas” pelas autoridades, conforme relatou o sargento Jason Robillard, diretor de relações com a imprensa do Departamento de Polícia de Vancouver. “No momento, trata-se de tráfico de substância controlada contrária à Lei sobre Drogas e Substâncias Controladas.”

Expansão

Controvérsias à parte, a equipe da Spruce Delivery aproveita para testar seu modelo de negócios no Canadá, enquanto também aponta a mira para o mercado dos Estados Unidos. Segundo Frank Le, a empresa – cujo plano de negócios foi elaborado em um ano – já possui licença para distribuir maconha de bicicleta em Portland, no Oregon.

You may also like
Deputados do Canadá aprovam legalização da maconha
Co-fundador do Cirque du Soleil, Guy Laliberté investe no mercado canábico
Governo do Canadá defende cultivo caseiro de maconha
Mercado canábico emprega mais de 120 mil pessoas nos EUA

Leave a Reply