Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Animais exóticos são tratados com CBD em parque no Arizona

Animais exóticos são tratados com CBD em parque no Arizona


Espalhe a boa !
  • 164
    Shares
No Arizona (EUA), um parque temático que simula um safári africano está chamando a atenção por tratar animais exóticos com canabidiol (CBD).

Famoso por seu potencial terapêutico já comprovado em humanos, o canabidiol está cada vez mais na mira de médicos veterinários. Afinal, estudos apontam que o CBD pode ser eficaz para tratar diversas doenças em animais, a exemplo da artrite.

Na vanguarda desse movimento está um parque temático localizado na cidade de Camp Verde, no estado do Arizona (onde o uso de maconha, diga-se de passagem, está legalizado apenas para fins medicinais).

Segundo a rede de TV local 3TV/CBS 5, os veterinários do parque Out of Africa estão utilizando óleo rico em canabidiol como auxiliar no tratamento de animais sofrendo com câncer, convulsões e ansiedade, entre outras.

Dean Harrison, proprietário do parque, disse que a iniciativa já ajudou animais de diversas espécies, incluindo um tigre, um leão, uma cabra gigante e até uma cobra píton.

Resultados promissores

O íbex (Capra ibex) é uma espécie de mamífero bovídeo caprino.

O primeiro tratamento experimental com CBD foi feito em um íbex, uma espécie de cabra gigante, que sofria com severas convulsões. “Incorporar canabinoides naturais em sua dieta e, em questão de seis ou sete meses, suas convulsões diminuíram 95%”, contou Ian Pederson, da Source CBD, empresa que trabalha em parceria com o parque.

Outros três animais exóticos também já foram tratados com canabidiol, incluindo o tigre Chalet, que sofre de melanoma. Desde que começou a ser tratado com CBD, o animal beneficiou-se com acréscimo de apetite, além de uma diminuição geral no desconforto.

Melhor amiga de Chalet, a leoa Kumba sofre desde filhote com o excesso de ansiedade de separação. Com a administração de CBD, está visivelmente mais calma, segundo os veterinários do Out of Africa.

Já Apollo, uma cobra píton de 3,5 metros de comprimento, deve sua vida ao tratamento com o canabinoide, que reduziu significativamente um tumor maligno. “Normalmente, esse tipo de tumor é uma sentença de morte para o animal, mas, neste caso, estamos tratando-o com CBDe ele está vivo e ativo”, comemorou Harrison.

You may also like
Nova Zelândia legaliza uso medicinal da maconha
Comissão do Senado aprova descriminalização da maconha para uso medicinal
UFRN abre primeiro curso sobre uso medicinal da maconha
Descriminalização do cultivo de maconha para uso terapêutico pode ser aprovada esta semana no Senado

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.