Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > CBD pode ser eficaz no tratamento do TEPT

CBD pode ser eficaz no tratamento do TEPT


O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) é uma desordem que algumas pessoas desenvolvem após vivenciarem um evento chocante, assustador, ou perigoso (saiba mais). Atualmente existe apenas uma medicação aprovada para tratamento do TEPT, porém, pesquisas indicam que o Canabidiol (CBD) proveniente da maconha também pode ser eficaz.

Todos nós já passamos por alguma situação que nos provocou medo. Na hora, nosso coração acelera, suamos frio, sentimos um calafrio e aquela descarga de adrenalina. Tudo isso faz parte de uma resposta fisiológica do nosso organismo para podermos lidar com aquela situação.

Com o tempo, tudo volta ao normal, e eventualmente até esquecemos do ocorrido. Porém, algumas pessoas continuam a exibir a resposta de medo mesmo quando não estão em perigo.

Além disso, podem aparecer sintomas como pesadelos, dificuldade de dormir, pensamentos assustadores, explosões de raiva, e tensão contínua. Tudo isto pode ser caracterizado como Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT).

Atualmente, existem poucas opções de medicamentos para o tratamento do TEPT. Porém, em uma revisão científica publicada recentemente na Frontiers in Neuroscience, pesquisadores brasileiros defendem que o Canabidiol (CBD) pode ser uma substância promissora para o tratamento do TEPT. O CBD é a principal substância não psicoativa da maconha, e possui diversas propriedades medicinais.

Pesquisadores brasileiros sugerem que o CBD proveniente da maconha pode ser eficiente no tratamento do TEPT.

Na revisão, os pesquisadores apresentaram o caso de uma criança de 10 anos que desenvolveu TEPT após ser abusada sexualmente, e que teve alívio significante dos sintomas após começar o tratamento com óleo de CBD. Outro caso apresentado foi o de dois pacientes diagnosticados com TEPT e que apresentaram redução dos sintomas depois que começarem a consumir maconha com frequência.

Além disso, também foi ressaltado que o consumo de maconha é relativamente maior entre jovens e adultos que já sofreram algum tipo de trauma. Os neurocientistas explicam que, possivelmente, tais pessoas estão se automedicando com maconha.

O desenvolvimento de um medicamento para TEPT à base de CBD poderia beneficiar muitas pessoas. Cerca de 6 de cada 10 homens (60%) e 5 de cada 10 mulheres (50%) vivenciam pelo menos um trauma em suas vidas.

*Por Lia Esumi: Bióloga, MS/PhD em Psicobiologia e Colaboradora do Maryjuana.

You may also like
Xandão do Rock: Quando a inspiração e o medicamento vêm do mesmo lugar
Associação de usuários medicinais posiciona-se contra a candidatura de Jair Bolsonaro
Malásia pode se transformar no primeiro país asiático a legalizar uso medicinal da maconha
Estudo aponta eficácia dos canabinoides no tratamento do câncer de próstata

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.