Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > SAÚDE & BEM-ESTAR > Guia de Terpenos #6: Beta-cariofileno

Guia de Terpenos #6: Beta-cariofileno


Espalhe a boa !
  • 39
    Shares
De volta com o “Guia de Terpenos Maryjuana”, nesta semana destacamos o beta-cariofileno, mais um composto aromático encontrado com frequência na maconha. 

Presente em diversas plantas na natureza, este terpeno também é abundante em muitas genéticas de maconha, conforme veremos abaixo.

Para quem ainda não sabe o que são terpenos, chega mais que te explicamos tudo!

Beta-cariofileno: um ansiolítico natural

Estrutura química do beta-cariofileno: C15H24

Responsável pelo aroma picante da pimenta-do-reino, o beta-cariofileno é encontrado em inúmeras outras espécies de plantas, incluindo lúpulo, alecrim, orégano e cravo-da-índia.

Com uma série de benefícios à saúde, este terpeno tem sido alvo de estudos científicos devido à sua ação ansiolítica e anti-inflamatória.

Classificado como um sesquiterpeno bicíclico natural, quando presente na cannabis o beta-cariofileno atua em sinergia com os fitocanabinoides – a exemplo do tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol (CBD) – influenciando diretamente nos efeitos da erva em seu organismo (o chamado “efeito comitiva”).

Vale sempre lembrar que a maconha produz este terpeno – e todos os demais – como parte de suas defesas naturais contra pragas e predadores.

Sabor e aroma

Alecrim é outra planta que possui beta-cariofileno

Bastante complexo e marcante, o aroma deste terpeno possui notas secas, picantes e amadeiradas.

De modo geral, as strains ricas em beta-cariofileno se caracterizam por possuírem estas mesmas nuances aromáticas, variando conforme a disponibilidade de outros compostos aromáticos particulares a cada genética.

Efeitos medicinais

Estudo apontam que o beta-cariofileno possui efeitos cannabimiméticos, desempenhando no organismo funções semelhantes a de canabinoides como o canabidiol (CBD). Isso quer dizer que o terpeno é capaz de se ligar a receptores CB2, interagindo com o sistema endocanabinoide.

O composto aromático também possui comprovada ação anti-inflamatória, sendo capaz de combater até mesmo a infecção generalizada – ou sepse.

Além disso, este terpeno pode ajudar ainda no combate às desagradáveis bad trips causadas pelo consumo excessivo de cannabis.

Confira todos os seus benefícios à saúde:

  • Antitumoral
  • Antifúngico
  • Antisséptico
  • Relaxante muscular
  • Anti-inflamatório

Strains ricas em beta-cariofileno

OG Kush é uma das diversas strains ricas em beta-cariofileno

Antes de mais nada, saiba que o aroma das genéticas de cannabis é único, variando de acordo com uma série de fatores, incluindo técnicas de cultivo, tempo de floração, secagem e cura. Sendo assim, plantas de uma mesma linhagem podem apresentar notas aromáticas distintas dependendo de como e onde foram plantadas e processadas.

Em todo caso, este terpeno é facilmente encontrado em strains como OG Kush, Chemdawg, Bubba Kush e Death Star, só para citar algumas genéticas consagradas e mais estabilizadas.

Bora desfrutar de todos os terpenos que você tem direito?

Vaporize e deguste o mais puro aroma das flores e concentrados!

VAPORIZE JÁ

 

You may also like
Pesquisadores franceses testam eficácia dos cigarros eletrônicos
Aprenda a limpar o seu vaporizador de ervas
Boas, baratas e discretas: conheça as melhores canetas vaporizadoras de concentrados
Cultivo de maconha e cultura vaper são temas de episódio do South Park

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.