Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > TECH > Aprenda a resolver os 6 problemas mais comuns em vaporizadores

Aprenda a resolver os 6 problemas mais comuns em vaporizadores


Espalhe a boa !
  • 6
    Shares
O seu vape “bugou” e você não tem a mínima ideia do que fazer? Então se liga nas informações a seguir!

Discretos, portáteis e eficientes, os vapes definitivamente caíram nas graças dos canabistas, que cada vez mais estão trocando seda/bong/pipe por estes incríveis aparelhos.

No entanto, por mais modernos e de qualidade que sejam, os vaporizadores não estão livres de apresentarem problemas ou, até mesmo, algumas avarias que podem ser facilmente corrigidas – desde que você saiba o que está acontecendo, claro!

Pensando nisso, elaboramos um guia com os problemas mais comuns dos vaporizadores, incluindo dicas para solucioná-los facilmente. Confira abaixo!

1) Vaporizador não liga

Antes de surtar porque o seu vape não está ligando, certifique-se de que está procedendo da maneira correta para iniciá-lo. Exceções à parte, a maioria dos vaporizadores é ativada ao pressionar o botão ON/OFF por 5 vezes seguidas, em cliques rápidos e sucessivos.

Outro motivo para o vape não iniciar pode até parecer óbvio, mas não deixa de ser muito comum: bateria fraca. Ou seja, antes de partir para o seu #momento420, garanta que o vape tenha sido totalmente carregado antes de tentar ligá-lo.

Vale lembrar ainda que cada vaporizador requer seu próprio tempo para aquecer, o que pode variar entre 10 a 90 segundos.

2) Vape não carrega

Caso esteja enfrentando dificuldades na hora de carregar o seu vaporizador, primeiramente cheque se o aparelho está plugado de forma correta ao carregador. De preferência utilize apenas o carregador fornecido pelo fabricante, uma vez que a substituição por genéricos pode acarretar problemas permanentes à bateria (ou até mesmo risco de explosões!).

Verifique também se não existem fios desgastados e conexões frouxas. Se o problema persistir, tente utilizar um carregador diferente, mas certifique-se de que a potência seja adequada ao seu vape.

3) O vapor está com gosto de “torrado”

Não importa o que você esteja vaporizando – ervas, óleos ou concentrados – o vapor nunca deve ter gosto de queimado. Pelo contrário: o que se espera são tragos de sabor suave e puro, que realçam ao máximo os terpenos da substância vaporizada.

Um dos motivos para que o gosto de “torrado” apareça é a sujeira acumulada no aparelho. Com o uso, as partículas de erva (ou concentrado) se acumulam na forma de uma espessa resina, interferindo no sabor e prejudicando o desempenho do vape.

Sendo assim, caso sinta que o vapor está com sabor esquisito, faça uma limpeza completa no dispositivo, removendo quaisquer resíduos do bocal, câmara de aquecimento e filtros. Utilize escovinhas, cotonetes e, quando possível, álcool, para manter o vape sempre tinindo!

4) A nuvem de vapor é muito fraca

Caso você esteja frustrado com a produção de vapor do seu dispositivo, primeiramente certifique-se de que a temperatura está no patamar ideal. Para vaporizar ervas, por exemplo, o ideal é atingir entre 175-200ºC. Já no caso de concentrados, pode variar entre 157-232ºC. Quanto mais alta a temperatura, mais densas serão as nuvens de vapor produzidas pelo vape.

Além disso, veja se o equipamento teve tempo suficiente para aquecer. Como falamos acima, alguns vaporizadores podem levar até 90 segundos para atingir a temperatura desejada.

O sistema de aquecimento do vape também faz toda a diferença. Quem deseja obter nuvens mais densas deve optar por um modelo com aquecimento por condução (ou híbrido), pois o contato direto com a erva faz com que mais calor seja transmitido, resultando em mais vapor.

Já os aparelhos equipados com sistema de convecção naturalmente geram vapores mais suaves, uma vez que o material vaporizado não é aquecido diretamente na câmara.

Por fim, é preciso estar atento à forma de preparar suas ervas. Preencha a câmara por completo, sem “prensar” demais, mas garantindo que toda a superfície esteja coberta. Capriche na trituração da flor, pois quanto mais dichavada, maior a área de contato e, consequentemente, aumenta também a transmissão de calor.

Esteja ciente, no entanto, que vaporizar é uma experiência completamente distinta de fumar. E as nuvens de vapor dificilmente serão tão espessas e abundantes quanto a fumaça produzida pela combustão. Isso é normal e não resulta em um menor aproveitamento dos efeitos da cannabis. Pelo contrário: já está comprovado cientificamente que vaporizar chapa mais do que fumar.

5) Está difícil de puxar o vapor

Pode ser que, em algum momento, você sinta que está difícil de puxar o vapor, como se o vape estivesse “entupido”. E geralmente é isso mesmo que acontece: a passagem de ar é bloqueada devido à resina pegajosa que se acumula na tela, filtros e/ou bocal com o passar do tempo. Mais uma vez, a solução está na limpeza regular do dispositivo, clique aqui para o passo-a-passo.

6) Vape esquenta demais

Alguns vaporizadores podem atingir temperaturas muito altas, de até 260°C. Dependendo do modelo, este calor pode passar para o bocal, chegando até a impossibilitar o uso.

Quando isso acontece, a primeira coisa a fazer é aguardar até que o aparelho esfrie antes de utilizar.

Outra dica preciosa que evitará o superaquecimento do vape a longo prazo é – mais uma vez! – manter a limpeza sempre em dia.

Atente também para a matéria-prima do bocal: extensões de borracha ou silicone são mais eficazes para manter a peça fria durante o uso.

E, por último, regule a temperatura do vape para níveis abaixo de 210ºC. Lembre-se de que não é preciso muito calor para obter bastante vapor e sabor, evitando superaquecer o dispositivo e sem correr o risco da substância vaporizada.

Que tal começar a vaporizar agora?

Conheça os vapes mais incríveis do mercado! 

VAPORIZE JÁ

 

You may also like
Vape com tecnologia biométrica permite monitorar consumo de canabinoides
Vaporizadores já são mais comuns do que cigarros entre militares dos EUA
15 celebridades que vaporizam
Em busca de um vape bom e barato? Conheça o novo Boundless CFC 2.0!

Leave a Reply