Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > TECH > Fuja dos vaporizadores falsificados: saiba como

Fuja dos vaporizadores falsificados: saiba como


Espalhe a boa !
  • 66
    Shares
Os vaporizadores falsificados são cada vez mais comuns no mercado. Fique atento e saiba como garantir a autenticidade do seu vape.

Não tem pra onde correr: basta um determinado produto fazer sucesso que lá vem os imitadores produzindo itens falsificados para confundir – e enganar – os consumidores. É assim no mercado musical, audiovisual, de bebidas, moda e, agora, dos vapes.

Sobretudo grandes players do mercado vaper – a exemplo da Grenco Science, fabricante dos best-sellers G Pen Elite e G Pen Pro – são vítimas de falsificações baratas, vindas em sua maioria dos arredores da China. Quanto mais famoso um vape, maior a chance de existir um modelo falseta do mesmo à venda por aí.

Por serem (mal) feitos com componentes de péssima qualidade, os dispositivos falsificados colocam em risco a segurança e saúde dos usuários. Fabricantes de vapes fakes obviamente não sujeitam-se aos mesmos padrões de matérias-primas e testes rigorosos impostos aos produtores originais.

Entre baterias que explodem e peças que soltam químicos tóxicos em vez de vapor, uma série de problemas sérios pode decorrer do uso destes equipamentos.

Para você não cair nessa cilada, preparamos um guia com dicas para reconhecer vaporizadores falsificados.

Confira:

1- Escolha MUITO bem o fornecedor

Antes de comprar um vape, pesquise sobre a reputação do fornecedor. Fuja de ambulantes e desconfie de ofertas muito mirabolantes oferecidas nos marketplaces da vida. De preferência, compre diretamente dos próprios fabricantes ou de revendedores autorizados, a exemplo da Namaste Vapes Brasil, que oferece os melhores vapes com garantia e preços camaradas.

2- Desconfie de preços muito abaixo da média

Todo vape costuma ter um preço médio praticado pelos varejistas em cada praça. É lógico que ele pode variar consideravelmente de um vendedor para outro, mas sempre dentro de um limite de coerência. Ou seja: se te oferecerem um vaporizador por 1/3 do valor médio, as chances de ser falsificado são grandes. E tenha certeza que a “economia” não vale a pena neste caso – pelo contrário, as chances de sair no prejuízo são garantidas.

Quer desconto para comprar um vape novo?

Utilize o código MARY5 e garanta 5% OFF no seu vape!

CLIQUE AQUI

 

3- Faça muitas perguntas

Vendedores idôneos estão sempre aptos a fornecer informações completas e transparentes sobre garantia e assistência técnica, além de muitas vezes também fornecerem peças de reposição. Faça perguntas diversas e desconfie de vendedores que demonstram desconhecimento dos produtos ou que fujam do diálogo.

4- Foco nos detalhes

Já diz o ditado que “o diabo mora nos detalhes”, então para reconhecer um vape falsificado é fundamental atentar-se a todos os mínimos detalhes, a começar pela aparência. Mesmo sem ter uma referência da embalagem original em mãos, é sempre possível verificar fatores como: qualidade de impressão e acabamento, possíveis erros de grafia, lacres, informações do fabricante e autenticidade de números de série, por exemplo. Caso esteja comprando pela internet, exija fotos e vídeos do produto que está sendo vendido.

Que tal começar a reduzir danos agora?

Conheça os vaporizadores mais incríveis do mercado! 

VAPORIZE JÁ

 

Leave a Reply