CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Estudo alemão aponta que THC pode reverter envelhecimento cerebral

Estudo alemão aponta que THC pode reverter envelhecimento cerebral


As propriedades medicinais da maconha cada vez mais chamam atenção dos cientistas em todo o mundo.

Dessa vez, uma pesquisa publicada hoje (8/5) na revista Nature Medicine aponta que pequenas doses de THC (tetrahidrocanabinol) podem melhorar os déficits de aprendizagem e de memória relacionados ao envelhecimento.

Conduzido por pesquisadores alemães e israelenses, sob a coordenação de Andreas Zimmer, diretor do Instituto de Psiquiatria Molecular da Universidade de Bonn, na Alemanha, o estudo envolveu ratos de três idades distintas: de 2, 12 e 18 meses.

Os animais receberam, durante 28 dias, baixas doses de THC, enquanto foram avaliados em termos de comportamento neurocognitivo e padrões de expressão gênica.

Apesar do tratamento ter prejudicado o desempenho comportamental em tarefas cognitivas em ratos jovens, a mesma experiência se mostrou positiva entre os ratos adultos e idosos, que tiveram melhoria significativa da capacidade de aprendizado e memorização.

Segundo os cientistas, tais alterações no comportamento de animais mais velhos foram associadas à restauração, desencadeada pela atuação do canabinoide, dos padrões de expressão genética do hipocampo, estrutura cerebral relacionada à memória.

O próximo passo é replicar a pesquisa com macacos, animais mais próximos aos humanos.