CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Canadá começa a produzir maconha medicinal em larga escala

Canadá começa a produzir maconha medicinal em larga escala

Enquanto o Brasil naufraga num mar de hipocrisia quando o assunto é maconha, na última terça-feira, dia 01/10/2013, o Canadá deu início a um sistema de produção de canábis medicinal em larga escala com o objetivo de permitir a formação de um livre mercado do produto. A expectativa é que, até o fim de março do ano que vem, a erva que hoje vem do cultivo doméstico ou de pequenas propriedades seja substituída, de forma gradativa, pela originada em grandes plantios licenciados e com controle de qualidade.

Segundo as autoridades canadenses, a nova indústria deve movimentar algo em torno de 1,3 bilhão de dólares canadenses (R$ 2,8 bilhões) no prazo de até dez anos, quando o número de usuários de maconha medicinal deve atingir 450 mil. Atualmente, há 37.400 pacientes registrados pelo Ministério da Saúde.

Desde junho, 156 empresas pediram licença para produzir e distribuir maconha, e as duas primeiras receberam as autorizações na semana passada – uma delas foi criticada por militantes pró-legalização por supostamente produzir maconha de má qualidade, infectada por bactérias e contaminada por metais.

As vendas sob o novo sistema devem começar nas próximas semanas.

O governo calcula que o preço do grama da maconha deve ficar em torno de 7,60 dólares canadenses (R$ 16,33) – mais caro que o vendido pelo Ministério da Saúde (5 dólares, ou R$ 10,70), mas mais barato que o encontrado com traficantes (10 dólares ou R$ 21,49, segundo a imprensa local). Apesar da alta do preço para os pacientes, o governo defende a mudança dizendo que haverá alívio no bolso do contribuinte, já que o atual programa de maconha medicinal é subsidiado.

– Estamos confiantes quanto à formação de uma saudável indústria – disse Sophie Galarneau, do alto escalão do Ministério da Saúde canadense. – Esperamos que o livre mercado puxe os preços para baixo. O valor mais baixo deve ficar em torno de 3 dólares (R$ 6,44).

A legalização no Canadá

O Canadá aprovou lei legalizando o uso medicinal da maconha em 2001, mas a descriminalização do porte de pequenas quantidades da droga já foi barrada duas vezes no Parlamento.

Algumas decisões judiciais na província de Ontário chegaram a considerar inválida a legislação do país sobre maconha, mas o status da droga no país continua em disputa.

No fim de agosto, o deputado Justin Trudeau – líder do Partido Liberal e filho do ex-premier Pierre Trudeau – chamou a atenção ao assumir que usou a droga depois de eleito para o cargo. Uma pesquisa realizada este ano pelo instituto Forum Research mostrou que dois terços dos canadenses apoiam a descriminalização e/ou a legalização da maconha.

*Fonte: Global News; O Globo

You may also like
Política de drogas brasileira é a pior do mundo, aponta relatório internacional
Estudo aponta que maconha reduz a dor, mas piora o autocuidado
New Orleans aprova medidas para descriminalizar o uso de maconha
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.