CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Austrália está prestes a legalizar o cultivo de maconha medicinal

Austrália está prestes a legalizar o cultivo de maconha medicinal

Espalhe a boa !

Mais um país dá um importante – embora ainda retraído – passo em direção à legalização da maconha: em breve, a Austrália permitirá o cultivo da erva com fins medicinais. No entanto, o governo australiano ainda insiste numa postura “coxinha” ao continuar criminalizando o cultivo e uso recreativo.

O anúncio da legalização das plantações medicinais foi dado pela Ministra da Saúde, Sussan Ley: “temos ouvido muitas histórias de pacientes que precisaram apelar para métodos ilegais para obter a cannabis e lamentamos por isso, pois numa condição terminal de vida o mais importante é o alívio da dor”.

Pensando em aliviar o sofrimento dos pacientes australianos, o governo pretende alterar a Lei de Drogas do país para permitir que a cannabis seja cultivada com fins terapêuticos e científicos.

O florescimento de uma indústria canábica local já é esperada. “Isso é algo que muitos governos estaduais certamente estarão interessados”, completa Ley, enquanto cita os altos custos dos produtos importados.

“Você pode importar o produto de outros países, por exemplo da Europa, mas isso é quase impossível por conta da demanda e altos custos logísticos.”

A nova legislação não inclui o uso e cultivo de maconha recreativa, no entanto.

“Este não é um debate sobre a legalização da maconha. Isto não é sobre drogas. Este não é um produto que você fuma, não tem nada a ver com isso”, fez questão de frisar Ley em entrevista para a rede ABC Austrália. “Mais comumente o produto é um óleo ou uma tintura que você colocar na sua pele.”

*Foto: Baz Ratner/Reuters

You may also like
Estudo aponta que maconha reduz a dor, mas piora o autocuidado
New Orleans aprova medidas para descriminalizar o uso de maconha
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos
Estudo: extrato de cânhamo promove perda de peso

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.