CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Austrália está prestes a legalizar o cultivo de maconha medicinal

Austrália está prestes a legalizar o cultivo de maconha medicinal

Mais um país dá um importante – embora ainda retraído – passo em direção à legalização da maconha: em breve, a Austrália permitirá o cultivo da erva com fins medicinais. No entanto, o governo australiano ainda insiste numa postura “coxinha” ao continuar criminalizando o cultivo e uso recreativo.

O anúncio da legalização das plantações medicinais foi dado pela Ministra da Saúde, Sussan Ley: “temos ouvido muitas histórias de pacientes que precisaram apelar para métodos ilegais para obter a cannabis e lamentamos por isso, pois numa condição terminal de vida o mais importante é o alívio da dor”.

Pensando em aliviar o sofrimento dos pacientes australianos, o governo pretende alterar a Lei de Drogas do país para permitir que a cannabis seja cultivada com fins terapêuticos e científicos.

O florescimento de uma indústria canábica local já é esperada. “Isso é algo que muitos governos estaduais certamente estarão interessados”, completa Ley, enquanto cita os altos custos dos produtos importados.

“Você pode importar o produto de outros países, por exemplo da Europa, mas isso é quase impossível por conta da demanda e altos custos logísticos.”

A nova legislação não inclui o uso e cultivo de maconha recreativa, no entanto.

“Este não é um debate sobre a legalização da maconha. Isto não é sobre drogas. Este não é um produto que você fuma, não tem nada a ver com isso”, fez questão de frisar Ley em entrevista para a rede ABC Austrália. “Mais comumente o produto é um óleo ou uma tintura que você colocar na sua pele.”

*Foto: Baz Ratner/Reuters

You may also like
Associação de Niterói obtém liminar para plantar maconha para uso terapêutico
Mercado de CBD vê ameaça após decisão do STJ sobre rol da ANS
Estudo brasileiro demonstra eficácia da cannabis contra superbactérias
Tailândia vai distribuir 1 milhão de mudas de maconha para a população

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.