CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Estudo alemão aponta que THC pode reverter envelhecimento cerebral

Estudo alemão aponta que THC pode reverter envelhecimento cerebral

/

As propriedades medicinais da maconha cada vez mais chamam atenção dos cientistas em todo o mundo.

Dessa vez, uma pesquisa publicada hoje (8/5) na revista Nature Medicine aponta que pequenas doses de THC (tetrahidrocanabinol) podem melhorar os déficits de aprendizagem e de memória relacionados ao envelhecimento.

Conduzido por pesquisadores alemães e israelenses, sob a coordenação de Andreas Zimmer, diretor do Instituto de Psiquiatria Molecular da Universidade de Bonn, na Alemanha, o estudo envolveu ratos de três idades distintas: de 2, 12 e 18 meses.

Os animais receberam, durante 28 dias, baixas doses de THC, enquanto foram avaliados em termos de comportamento neurocognitivo e padrões de expressão gênica.

Apesar do tratamento ter prejudicado o desempenho comportamental em tarefas cognitivas em ratos jovens, a mesma experiência se mostrou positiva entre os ratos adultos e idosos, que tiveram melhoria significativa da capacidade de aprendizado e memorização.

Segundo os cientistas, tais alterações no comportamento de animais mais velhos foram associadas à restauração, desencadeada pela atuação do canabinoide, dos padrões de expressão genética do hipocampo, estrutura cerebral relacionada à memória.

O próximo passo é replicar a pesquisa com macacos, animais mais próximos aos humanos.

You may also like
Estudo aponta que maconha reduz a dor, mas piora o autocuidado
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos
Estudo: extrato de cânhamo promove perda de peso
78% dos brasileiros são favoráveis ao uso terapêutico da maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.