Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CIÊNCIA > Interromper uso de maconha pode melhorar a memória em 1 semana, diz pesquisa

Interromper uso de maconha pode melhorar a memória em 1 semana, diz pesquisa


Espalhe a boa !
  • 74
    Shares
Um novo estudo sugere que a capacidade de memória é suprimida pelo uso de produtos com cannabis. Contudo, o problema é logo resolvido quando o consumo de maconha é interrompido.

“Nossas descobertas fornecem duas evidências convincentes. A primeira é que os adolescentes aprendem melhor quando não estão usando cannabis”, afirmou em comunicado Randi Schuster, do Departamento de Psiquiatria do Hospital Geral de Massachusetts (MGH), nos Estados Unidos. “A segunda é que os déficits associados ao uso de cannabis não são permanentes e melhoram rapidamente após a sua descontinuação.”

Publicada no Journal of Clinical Psychology, a pesquisa analisou 88 jovens de 16 a 25 anos que viviam em Boston e que alegaram usar produtos com maconha pelo menos uma vez por semana.

Metade dos participantes foi instruída a parar completamente de consumir derivados da cannabis por 30 dias, enquanto a outra parte não mudou nenhum hábito. O uso ou abstinência foi monitorado com exames de urina.

Para medir a atenção e a memória, os pesquisadores administraram um teste de desempenho cognitivo já utilizado em estudos com cannabis, sendo aplicado uma vez a cada 7 dias, durante quatro semanas.

Depois de analisar os resultados, foi descoberto que os jovens que pararam de consumir maconha mostraram melhora significativa no aprendizado verbal e nas lembranças sobre o teste. Além disso, eles tiveram melhores notas de memória. Enquanto isso, os que continuaram o uso da cannabis estagnaram nas avaliações.

“A capacidade de aprender ou ‘mapear’ novas informações, uma faceta crítica do sucesso na sala de aula, melhorou com o não uso de cannabis. Jovens consumidores de maconha que param regularmente podem aprender com mais eficiência e, portanto, ficar melhor posicionados para o sucesso acadêmico”, declarou Schuster.

Segundo um comunicado de imprensa do MGH, dois estudos complementares já foram iniciados. Um var comparar a capacidade cognitiva de quem interrompe o uso de cannabis com jovens que nunca usaram a substância, sendo que os participantes terão entre 13 e 19 anos de idade.

A segunda pesquisa vai acompanhar a vida de adolescentes que abandonaram os produtos de maconha por um período mais longo de tempo.

*Fonte: Galileu

You may also like
Em Washington, legalização da maconha não aumentou o consumo entre adolescentes
Uso de maconha na adolescência aumenta risco de depressão
Conheça as regras para o uso de maconha no Canadá
Estudo aponta que descriminalização da maconha não aumenta o uso entre jovens

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.