CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CULTURA > RELIGIÃO > Confira os 12 mandamentos da Primeira Igreja da Maconha

Confira os 12 mandamentos da Primeira Igreja da Maconha


Enquanto no Brasil Ras Geraldo segue preso há quase três anos por cultivar e fazer uso de maconha para fins religiosos, nos Estados Unidos a erva virou fé oficialmente.

Intitulada First Church of Cannabis – ou Primeira Igreja da Cannabis – a entidade foi inaugurada no caretíssimo estado de Indiana, onde a maconha ainda permanece proibida e regida por algumas das leis mais severas do país, segundo o Marijuana Policy Project.

Fundada por Bill Levin, a legitimidade da igreja canábica foi possível através de uma lei controversa assinada na semana passada, mais precisamente no dia 26/5, pelo governador de Indiana, Mike Pence. De acordo com o  Religious Freedom Restoration Actos cidadãos têm o direito de exercerem suas crenças religiosas sem que sejam vítimas de processos na Justiça.

Quem não gostou nada disso foram os gays, que se indignaram com o fato da lei permitir que homossexuais sejam discriminados com base na fé sem maiores consequências jurídicas (não deixa o Silas Malafaia escutar isso, por favor!).

Aproveitando a brecha da nova lei, Levin rapidamente providenciou o registro da igreja da maconha em Indianapolis. A instituição já foi aprovada e, inclusive, garantiu sua abençoada isenção fiscal.

Para ajudar a construir seu templo, a Primeira Igreja da Cannabis aposta no financiamento coletivo para arrecadar fundos. Até o momento da apuração desta reportagem, mais de US$ 11 mil já foram coletados.

Na página oficial da igreja da maconha no Facebook, Levin divulgou os 12 mandamentos que regem os fiéis, também chamados de Cannabitaerians.

A seguir, confira a tradução livre dos mandamentos e não pense duas vezes: acenda agora uma vela ao Senhor! Agora sim eu vou virar devota!

1) Não seja um babaca. Trate a todos com amor e igualdade.

2) O dia deve iniciar com um sorriso a cada manhã: assim que acordar, sorria.

3) Ajude os outros quando puder. Não por dinheiro, mas porque é necessário.

4) Trate seu corpo como um templo: não o envenene com comida de má-qualidade e refrigerantes.

5) Não tire proveito das pessoas e não magoe ninguém intencionalmente.

6) Nunca inicie uma briga. Apenas termine com elas.

7) Cultive comida, crie animais e mantenha-se em contato com a natureza na sua rotina diária.

8) Não seja um “troll” na internet, respeite os demais sem falar palavrões e ser vulgarmente agressivo.

9) Disponha de no mínimo 10 minutos diários para apenas refletir sobre a vida num local tranquilo.

10) Quando você presenciar uma agressão, faça de tudo para conter o agressor. Proteja aqueles que não podem se proteger sozinhos.

11) Ria, compartilhe bom humor, seja positivo na vida e divirta-se.

12) Cannabis – “a planta que cura” – é o nosso sacramento. Ela nos aproxima de nós mesmos e dos outros. É nossa fonte de saúde e amor, curando-nos da doença e depressão. Nós a abraçamos com todo nosso coração e espírito, individualmente e em grupo.