CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > ATIVISMO > Agência antidrogas dos EUA remove informações erradas sobre maconha de website

Agência antidrogas dos EUA remove informações erradas sobre maconha de website


A Drug Enforcement Administration (DEA) foi pressionada pública e juridicamente a remover informações erradas sobre maconha que estavam publicadas no site da entidade. 

O processo foi movido por um grupo de ativistas do Americans for Safe Access, que detectou mais de 25 declarações incorretas sobre a erva publicadas pela agência antidrogas.

Embasados pelo Information Quality Act – medida que proíbe órgãos governamentais a propagarem informações falsas ao público – os ativistas solicitaram a remoção do conteúdo, que incluía pérolas do proibicionismo, como “maconha causa esquizofrenia” ou “aumenta o risco de suicídio”.

“Nós tomamos essa iniciativa para parar a campanha implacável da DEA de desinformação sobre os riscos da cannabis medicinal”, declarou  Vickie Feeman, advogada do Americans for Safe Access.

Os tabus removidos da página do DEA podem ser conferidos na íntegra clicando aqui.

*Foto: AP Photo/Elaine Thompson

You may also like
MedMen, o unicórnio canábico, abre portas na 5ª Avenida em Nova Iorque
Mercado canábico proporciona aumento de arrecadação nos EUA
Legalização da maconha ganha apoio de políticos americanos
Mercado de maconha pode superar o de refrigerante nos EUA

Leave a Reply