CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Uso medicinal de maconha pode prevenir mortes prematuras

Uso medicinal de maconha pode prevenir mortes prematuras


Útil no tratamento das mais diversas doenças, a cannabis é capaz de reduzir as taxas de mortalidade causadas pelas mesmas, segundo revela uma nova pesquisa da Indiana University South Bend.

De acordo com o estudo, o consumo de cannabis está associado à diminuição das mortes por obesidade, diabetes, alcoolismo, uso de opioides, lesões cerebrais traumáticas e medicamentos prescritos.

“Se a maconha medicinal fosse legalizada em todo o território dos Estados Unidos, cerca de 23.500 a 47.500 mortes seriam prevenidas anualmente”, afirmam os cientistas.

Contrariando a proibição

Um dos argumentos históricos (e mais equivocados) para a proibição da cannabis versa sobre possíveis (para não dizer, imaginários) efeitos fatais da erva à saúde.

Não só a maconha NÃO mata, como é capaz de salvar vidas, como atesta o estudo: “os efeitos adversos do uso moderado de cannabis na saúde física são sutis e raramente fatais”.

O único verdadeiro risco ao qual os usuários medicinais de maconha estão sujeitos parece ser apenas o de viver mais. “O uso de maconha reduziu as mortes prematuras por diabetes mellitus, câncer e lesão cerebral traumática de 989 para 2.511 a cada 1% da população usando cannabis.”

Proibição mata; cannabis cura

Além de todos os males sociais causados, sobretudo, a pretos e pobres, a proibição da maconha também mata por privação àqueles que poderiam se beneficiar com o uso da erva.

Afinal, segundo a conclusão dos cientistas norte-americanos, “o uso de maconha medicinal evita milhares de mortes prematuras a cada ano, sendo que a proibição da cannabis é revelada como a principal causa de morte prematura nos EUA”.

Clique aqui para acessar o estudo na íntegra.

****MARYJUANA COFFEE: EXPERIMENTE AGORA A PRIMEIRA LINHA DE CAFÉS ESPECIAIS DO PLANETA DESTINADA À HARMONIZAÇÃO COM CANNABIS****

You may also like
Fiocruz inicia plano de pesquisa para usar maconha
Reino Unido revisará lei sobre uso medicinal da maconha
Portugal aprova uso de maconha para fins medicinais
Combinação de radioterapia com canabinoides pode revolucionar tratamento contra o câncer

Leave a Reply