CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > BRASIL > Proerd de Goiás paga mico virtual ao replicar trollagem de site gringo

Proerd de Goiás paga mico virtual ao replicar trollagem de site gringo

Os proibicionistas se debatem mais do que piranha fora d’água quando se trata de demonizar a maconha. E vale tudo no afã de criar novos mitos e justificar a guerra às drogas com a qual costumam lucrar. O mico da vez foi pago pelo Proerd do Estado de Goiás, que desde janeiro de 2014 manteve em seu site uma notícia falaciosa divulgada por um site gringo especializado em trollagens virtuais, o Daily Currant.

foto (10)

Incrível como a galera do Proerd não percebeu que se tratava de uma brincadeira e mandou ver na tradução à la Google Translator. Inocentes que só, os “bem-intencionados” agentes nem ao menos desconfiaram de nomes como o do Dr. Jack Sparrow, além de fontes que não existem mais, como o jornal Rocky Mountain News, fora de circulação há pelo menos 5 anos.

O post foi rapidamente retirado do ar após virar piada nas redes sociais – mas segue o printscreen pra provar que a ignorância & o mau-caratismo dos proibicionistas não tem limites. O que restou também foi o impagávelwebcache para rememorar a palhaçada.

Para quem não sabe, o Proerd consiste no Programa Educacional de Resistência às Drogas, a versão brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistance Education (DARE). Impregnados de norte a sul do Brasil, os caras são especialistas na pagação de mico, como demonstra a facção catarinense da entidade:

You may also like
Política de drogas brasileira é a pior do mundo, aponta relatório internacional
Cinemas do Ceará serão obrigados a exibir vídeos proibicionistas antes de todas as sessões
7 plantas proibidas no Brasil (além da maconha!)
78% dos brasileiros são favoráveis ao uso terapêutico da maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.