CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Uso de maconha pode diminuir risco de câncer de bexiga

Uso de maconha pode diminuir risco de câncer de bexiga

As propriedades medicinais da maconha tornam-se cada vez mais versáteis conforme avançam as pesquisas na área. Dessa vez, um estudo publicado na edição de fevereiro da revista Urology mostrou que o consumo da erva está associado a uma redução na incidência do câncer de bexiga.

Realizada no Kaiser Permanente Medical Center, de Los Angeles, nos Estados Unidos, a investigação envolveu  84.170 participantes, em sua maioria homens com idade entre 45-69 anos. O objetivo era descobrir a associação entre o uso de maconha, tabagismo e o risco de desenvolver tumores na bexiga.

“Entre os que só fazem uso do tabaco, notou-se um risco aumentado de cancro da bexiga, enquanto aqueles que utilizam exclusivamente cannabis apresentaram redução de 45% na incidência de câncer de bexiga”, afirma Dr. Anil A. Thomas, um dos líderes do estudo.

Thomas conclui que, embora não tenha sido estabelecida uma relação de causa e efeito, “o consumo de maconha pode ser inversamente associado com o risco de câncer de bexiga”.

Este não é o primeiro estudo que aponta os benefícios da maconha no trato urinário. Recentemente, outra pesquisa comprovou que a erva também pode auxiliar no tratamento da dor e inflamação na bexiga.

You may also like
Estudo aponta que maconha reduz a dor, mas piora o autocuidado
Colômbia autoriza uso industrial da maconha e sua exportação com fins terapêuticos
Estudo: extrato de cânhamo promove perda de peso
78% dos brasileiros são favoráveis ao uso terapêutico da maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.