CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Uso de maconha pode diminuir risco de câncer de bexiga

Uso de maconha pode diminuir risco de câncer de bexiga

As propriedades medicinais da maconha tornam-se cada vez mais versáteis conforme avançam as pesquisas na área. Dessa vez, um estudo publicado na edição de fevereiro da revista Urology mostrou que o consumo da erva está associado a uma redução na incidência do câncer de bexiga.

Realizada no Kaiser Permanente Medical Center, de Los Angeles, nos Estados Unidos, a investigação envolveu  84.170 participantes, em sua maioria homens com idade entre 45-69 anos. O objetivo era descobrir a associação entre o uso de maconha, tabagismo e o risco de desenvolver tumores na bexiga.

“Entre os que só fazem uso do tabaco, notou-se um risco aumentado de cancro da bexiga, enquanto aqueles que utilizam exclusivamente cannabis apresentaram redução de 45% na incidência de câncer de bexiga”, afirma Dr. Anil A. Thomas, um dos líderes do estudo.

Thomas conclui que, embora não tenha sido estabelecida uma relação de causa e efeito, “o consumo de maconha pode ser inversamente associado com o risco de câncer de bexiga”.

Este não é o primeiro estudo que aponta os benefícios da maconha no trato urinário. Recentemente, outra pesquisa comprovou que a erva também pode auxiliar no tratamento da dor e inflamação na bexiga.

You may also like
Mercado de CBD vê ameaça após decisão do STJ sobre rol da ANS
Estudo brasileiro demonstra eficácia da cannabis contra superbactérias
Maconha pode ser alternativa para tratar artrite e dor nas costas
Estudo aponta que maconha reduz a dor, mas piora o autocuidado

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.