CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Austrália será o primeiro país do mundo a exportar maconha

Austrália será o primeiro país do mundo a exportar maconha

/

A Austrália será o primeiro país a exportar maconha oficialmente no mundo! Embora a erva não seja legalizada por lá, a empresa AusCann conseguiu achar uma brecha na lei para exportar maconha medicinal para outros lugares do mundo.

A companhia está plantando na Norfolk Island, território que tem governo próprio, e garante a licença para exportar maconha. Agora, a AusCann poderá exportar a erva de alta qualidade para o Canadá, de acordo com a Australian Associed Press.

Os planos da companhia são de começar a plantação em novembro para que em maio de 2016 mandar a primeira tonelada ao Canadá. A previsão é de que em 2018 sejam 10 toneladas de maconha. De acordo com a Fairfax Media, a AusCann tem um lugar seguro para fazer o plantio e não poderia fazer no Canadá por causa das baixas temperaturas.

O tipo de maconha plantada pela empresa é conhecido como Sativa, que tem química o suficiente para mudar seus níveis para se adequar a determinada doença.

Porém, a empresa tem um problema a enfrentar antes de começar a entregar o produto. Em 2014, uma empresa chamada TasCann, que tem os mesmos diretores e presidentes que a AusCann,  tentou realizar a mesma operação, mas o governo australiano anulou a aprovação por motivos de segurança.

Entretanto, o presidente da empresa, Mal Washer, disse a Australian Associed Press que ficará chocado se a autorização for revogada e afirmou que a AusCann tem o apoio do governo de Norfolk Island, porque o negócio beneficiará a economia.

*Fonte: Forbes Brasil

You may also like
Influenciadora canadense afirma que fumar maconha a faz ser uma mãe melhor
Canadá permite que pacientes terminais usem cogumelos psicodélicos
Canadá quintuplica exportações de óleo de cannabis em 2019
Pesquisadores canadenses acreditam que maconha pode bloquear coronavírus

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.