CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > CANAL DA MARY > MARY EXPLICA > Mary explica: o que é THCA?

Mary explica: o que é THCA?


O termo THC (tetrahidrocanabinol) é muito familiar para todos os maconheiros – ou até mesmo leigos – que se prezem. Mas o que pouca gente sabe é que a planta é rica em outros canabinoides que possuem nomes semelhantes, a exemplo do THCV – que já foi tema de outro post por aqui – e o THCA, que conheceremos agora.

Também chamado de ácido tetrahidrocanabinólico, o THCA consiste num precursor do THC. Apesar da semelhança entre os nomes, o THCA não possui efeitos psicoativos, mas é repleto de propriedades anti-inflamatórias e neuroprotetoras.

220px-Tetrahydrocannabinolicacid.svg_

Encontrado em abundância nos tricomas da cannabis fresca e ainda viva, o THCA lentamente se converte em THC após a colheita e o processo de secagem das flores. Quando se acende o baseado, o calor também acelera esta conversão, dando origem a um processo conhecido como descarboxilação.

Trata-se, ainda, de um dos canabinoides mais abundantes encontrados na planta, representando cerca de 20% a 30% do peso total das amostras.

Mas, afinal, para que serve o THCA?

Embora ainda não existam muitas pesquisas sobre o tema, há estudos preliminares que sugerem diversas propriedades medicinais do THCA. A começar pelos efeitos anti-inflamatórios capazes de tratar doenças como lúpus, artrite reumatoide e até mesmo o câncer de cólon.

Dotado de propriedades neuroprotetoras, o canabinoide apresenta eficácia no tratamento de doenças neurodegenerativas, incluindo Mal de Parkinson e doença de Alzheimer, entre outras.

Há ainda pesquisas que apontam efeitos anti-eméticos que combatem sintomas como perda de apetite e náuseas e enjoos.

Por fim, o THCA também possui propriedades anti-proliferativas observadas em estudos sobre câncer de próstata.

Como consumir o THCA?

Por via de regra, toda strain rica em THC – mas que ainda não sofreu o processo de descarboxilização, seja no processo de secagem ou queima – também possui níveis abundantes de THCA na planta fresca.

Assim sendo, o ideal para aproveitar todo o potencial do canabinoide é consumir a cannabis recém-colhida, como em sucos ou chás.

You may also like
Estudo: cannabis com alto teor de THC não é necessariamente mais potente
Canadá quintuplica exportações de óleo de cannabis em 2019
Estudo sugere que canabinoides podem atenuar os sintomas fatais do COVID-19
Bebê é tratado com cannabis após ficar sem oxigênio

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.