Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Acredite você em astrologia ou não, o fato é que não tem como evitar as fatídicas previsões de início de ano. E como já é tradição no site, o Instituto Maryjuana de Astrologia Canábica mais uma vez lança a edição anual do horóscopo mais chapado do Sistema Solar.

Regido pelo Sol, o ano de 2016 é promissor para cultivos – e muita chapação – em ambientes externos. Pelo mesmo motivo, também é propícia para o surgimento dos traiçoeiros X-9-s, o que requer máxima atenção e algumas precauções por parte dos maconheiros.

No Brasil, os nossos maiores desafios continuarão relacionados à proibição hipócrita que ainda impera no país. No entanto, o jogo pode começar a virar a partir do segundo trimestre, com a retomada do julgamento da descriminalização do porte de drogas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

E para o seu signo, o que será que os astros reservam para 2016? Confira a seguir:

ÁRIES (21/3 A 20/4):

Cheios de vitalidade e disposição, os arianos estarão ainda mais cabeçudos em 2016, exigindo doses cada vez mais altas de THC para satisfazer a ânsia insaciável por relaxamento & loucura. Afoitos, podem sofrer com jacarés ou causar acidentes com bongs e acessórios de vidro, sobretudo a partir de abril, quando a presença de Marte na Casa 3 enfatiza seu lado impulsivo. Sob influência do Sol, você estará fatalmente inclinado ao cultivo caseiro. Resista à tentação de plantar em outdoor, no entanto, a não ser que esteja numa região realmente isolada (ou legalizada – neste caso, me chame!). As colheitas e/ou corres serão favorecidos a partir de junho, com a passagem de Júpiter – o planeta da fartura – pelo Meio do Céu.

TOURO (21/4 a 20/5):

O ano do Sol promete grandes emoções para os pacatos taurinos. Sobretudo no primeiro semestre, os nativos deste signo poderão se ver às voltas com tretas das mais diversas, de pragas na lavoura a duras da polícia. Portanto, capriche no óleo de neem e mantenha os flagrantes sempre escondidos, pois prevenção é a palavra-chave para o período. Os aparentes problemas, no entanto, apenas servirão para reforçar a tenacidade taurina. Com o ingresso de Saturno na Casa 5 em outubro, mudanças positivas estarão a caminho. Se já cultiva, poderá adquirir novas strains ou dar um upgrade no grow. Se ainda depende do mercado negro, talvez conheça novos contatos ou descole aquela erva deliciosa que poderia (e deveria) estar cultivando no seu guarda-roupa ou quintal.

GÊMEOS (21/5 a 20/6):

De modo geral, os carismáticos e imprevisíveis geminianos serão beneficiados com as energias intensas do ano do Sol. Falantes e criativos, eles estarão ainda mais eficientes em descolar contatos & corres, onde quer que estejam. Só é preciso tomar cuidado para o excesso de carisma não atrair a indesejada atração de caguetas & coxinhas em geral. A mesma dedicação em chapar, porém, nem sempre se vê em relação ao cultivo caseiro, o qual muitas vezes os geminianos encaram com a postura um tanto quanto relapsa, típica dos signos de Ar. Se focarem um pouco dessa energia transbordante no jardim, as colheitas serão resinadas & fartas, principalmente a partir do segundo trimestre, quando ocorrerá a quadratura Marte-Júpiter.

CÂNCER (21/6 a 21/7):

Os afetuosos cancerianos estarão com as emoções ainda mais à flor da pele em 2016. Isso porque o ano do Sol promete aquecer os coraçõezinhos carentes dos nativos deste signo. Quem sabe não seja a hora de conquistar (ou se deixar conquistar) por aquele (a) maconheiro (a) safado (a) que está sempre colando na sua roda? Se já está comprometido, o clima será de cumplicidade e afeto, sobretudo se o parceiro (a) for de Capricórnio ou Touro. Assunto sagrado em sua vida, a família estará ainda mais receptiva aos seus hábitos canábicos, então talvez seja uma boa hora para legalizar em casa (caso ainda não o tenha feito). A partir de junho, com a passagem de Saturno pela Casa 7, seu desejo por qualidade de vida estará ainda maior. Boa hora para largar de vez o prensado e investir no cultivo caseiro (caso também ainda não o tenha feito).

LEÃO (22/7 a 22/8):

No ano do Sol, quem sai na frente são os envolventes leoninos, também regidos pelo astro-rei. Se não se descuidarem da lavoura, seus potes estarão mais cheios & cheirosos do que nunca. Caso ainda seja um infeliz adepto do mercado negro, é provável que também tenha alguma sorte ao fazer os corres e, quem sabe, receba até uns eventuais “chorinhos” ou um desconto do traficante. Mas nem tudo são flores no País do Prensado. O jeito receptivo dos nativos de Leão chamará ainda mais atenção durante o ano, atraindo a atenção de caguetas invejosos. Portanto, muito cuidado ao explanar suas flores e não dê confiança a vizinhos bisbilhoteiros.

VIRGEM (23/8 a 22/9):

Sob a influência racionalista do Sol, os virginianos estarão ainda mais perfeccionistas – para não dizer chatos – em 2016. Lembre-se de que com bagulho dado ou comprado não se olha os tricomas. Ou seja: se quiser garantir o baseado perfeito, invista já & agora no seu próprio jardim. Se já for grower, procure relaxar e aceite possíveis falhas nas suas plantas. Afinal, a natureza sabe o que faz e, por mais que possamos interferir no ciclo de vida da cannabis, ainda assim é impossível evitar algumas pragas e hermas. A partir de março, quando Netuno ingressa na Casa 1, será um bom período para formar parcerias com outros jardineiros, sejam para desenvolver um jardim conjunto ou apenas trocar providenciais clones.

LIBRA (23/9 a 22/10):

Entediantes & entediados, os librianos terão pela frente um ano agitado, sobretudo para aqueles que ainda não saíram do armário. Desista de pagar de careta e não espere a casa cair para assumir de vez a condição de maconheiro. Para aqueles que já adotaram tal postura, a dica é jogar-se de cabeça no ativismo, principalmente a partir de maio, quando Plutão ingressa na casa 8 e iniciam as Marchas da Maconha por todo o Brasil. O Sol também pressionará os librianos a tomarem decisões rápidas & certeiras em relação a questões canábicas fundamentais como “bong, seda ou pipe”. Seja como for, decida-se pelo cultivo caseiro acima de tudo e garanta potes sempre cheios sem depender de ninguém.

ESCORPIÃO (23/10 a 21/11):

Obscuros que só, os escorpianos poderão se sentir um pouco acuados com as vibrações excessivamente solares de 2016. Talvez seja a hora de recuar um pouco e mocozar ainda mais os flagrantes, pois o risco de caguetas na área é grande – especialmente entre janeiro e março, quando a Lua estará oposição a Plutão, seu planeta regente. O Sol também acentuará seu lado obsessivo & fatal, fazendo-o percorrer a distância que for atrás da semente/flor/concentrado perfeito. A presença de Urano na casa 3 contribui com aquela dose extra de confiança na hora de legalizar nos locais mais inusitados, sempre com a classe e elegância que caracteriza tais nativos. Para aguçar ainda mais sua intuição, invista em potentes sativas e dabs bem servidos.

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12):

Sempre otimistas, os sagitarianos nunca acreditam que a erva vai acabar e queimam tudo até a última ponta, como se não houvesse amanhã. No cultivo, também costumam se gabar do dedo-verde e, não raro, tendem a supervalorizar a qualidade & quantidade das flores colhidas. Sempre divertidos e falantes, costumam ser a atração das rodas, principalmente se fumarem aquela landrace sativa ultra-estimulante. Regido pelo elemento fogo –  assim como Áries e Leão – Sagitário sentirá com ainda mais intensidade as energias do ano do Sol. A chapa pode – literalmente – esquentar pro seu lado, então use sempre piteiras, muito cuidado ao manejar maçaricos e dê preferência aos dabs em temperaturas amenas.

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1):

Signo de Terra por excelência, Capricórnio é adepto da estabilidade e do planejamento. Comedidos, quase nunca ficam sem maconha, pois são especialistas em segurar a onda e controlar o estoque até garantir a próxima colheita ou reposição. Talvez por isso os capricornianos poderão se sentir um pouco incomodados com as vibrações de mudança típicas do ano do Sol. Sobretudo entre março e abril – com a passagem de Saturno pela Casa 2 – a situação pode sair do controle: pragas, excesso ou falta de umidade, fungos, altas temperaturas, overfert…serão muitos os desafios para manejar. Aposte no seu espírito organizado e guerreiro, mantenha o jardim sempre bem iluminado e conte com a (boa) sorte a partir de agosto, quando Saturno – seu planeta regente – ingressa na Casa 5 prometendo excelentes flores para a primavera e verão.

AQUÁRIO (21/1 a 19/2):

Sua natureza idealista – e um tanto quanto megalomaníaca – o faz alimentar planos de jardins & flores mirabolantes, que nem sempre é possível colocar em prática. Aproveite a energia realizadora do Sol para concentrar seus cuidados e atenção nas plantas em que realmente dá conta de cuidar. Explore sua mente criativa para dar um upgrade no jardim sem precisar gastar muito dinheiro – até porque as finanças ficarão levemente instáveis a partir de junho, quando Marte fará oposição ao seu planeta regente, Urano. Lembre-se que é melhor ficar sem dinheiro e com maconha, do que ter grana e estar na seca – e aproveite as resinadas flores que prometem brotar no seu jardim até agosto.

PEIXES (20/2 a 20/3):

Este será um ano de crescimento e expansão para os piscianos, que farão de tudo para garantir potes cheios e cabeça sempre feita. Melhorias e ampliações no jardim estão previstas ainda no primeiro semestre. Júpiter de passagem pelo seu signo oposto, Virgem, o fará refletir sobre a proibição da forma emotiva & compassiva como encara a vida. Utilize a revolta para se jogar de cabeça no ativismo canábico e estudar cada vez mais sobre o tema. Com a conjunção Urano-Plutão em julho, os relacionamentos pessoais com outros growers & maconheiros serão favorecidos. Aproveite para renovar genéticas, trocar clones e atualizar a agenda de dealers.

Inscreva-se em nossa newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novidades diretamente em seu e-mail

Você se inscreveu com sucesso