Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > BRASIL > UFPB pretende cultivar maconha para fabricação de remédio por meio de convênio

UFPB pretende cultivar maconha para fabricação de remédio por meio de convênio


Espalhe a boa !
  • 180
    Shares
MPF, UFPB e Lifesa vão pedir autorização para plantar a erva; após produção, a pesquisa deve ser registrada na Anvisa.

O Ministério Público Federal (MPF), representantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e do Laboratório Industrial Farmacêutico da Paraíba (Lifesa) resolveram prosseguir com as tentativas de firmar um convênio que permitirá a fabricação de medicamento com o uso de maconha. A decisão, divulgada no dia 13/11, foi tomada durante uma reunião realizada na sexta-feira (9).

A primeira ideia, segundo o procurador regional dos Direitos do Cidadão, José Godoy Bezerra de Souza, é que a maconha seja plantada no campus da UFPB, em João Pessoa, para que a erva seja utilizada pelo Lifesa. O laboratório deve produzir o medicamento com padrão farmacêutico.

As discussões sobre a produção do medicamento já acontecem há mais de um ano. O próximo passo é solicitar autorização de cultivo da planta pela UFPB, para que a pesquisa seja desenvolvida e registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O MPF atesta, através de documentos médicos, que não há dúvidas sobre a eficácia do uso dos óleos da cannabis no tratamento de crises epilépticas e de outras doenças. Alegou ainda que a substância já é autorizada em países como Inglaterra, Nova Zelândia e Canadá e em mais de 20 estados americanos.

*Fonte: G1

You may also like
Interessado em cultivo de maconha? Participe da Semana do Grower!
Tráfico de drogas move R$ 17 bi por ano no Brasil, diz general que defende legalização
Vaporização de canabinoides ajuda a aliviar sintomas da osteoartrite
Israel autoriza exportação de maconha para uso medicinal

Leave a Reply