CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > ESPORTES > Atleta de MMA, Janaísa Morandin inclui CBD na rotina de treinos e competições

Atleta de MMA, Janaísa Morandin inclui CBD na rotina de treinos e competições


Atleta de MMA, a gaúcha Janaísa Morandin engrossa o coro em apoio ao uso da cannabis por esportistas.

Cannabis e esportes têm tudo a ver. Que o digam os incontáveis atletas – amadores e profissionais – que diariamente tiram proveito dos diversos benefícios da erva para a saúde e a recuperação física e mental.

No âmbito dos esportes profissionais, as artes marciais mistas (ou MMA) sem dúvida está na vanguarda do movimento a favor da erva – assim como a NBA, que retirou a maconha dos testes antidoping.

Em junho, uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostrou que quase 80% dos atletas de MMA fazem uso da erva, sobretudo das variedades ricas em CBD.

É o caso de Janaísa Morandin, uma das promessas brasileiras do MMA, que atualmente compete no Invicta FC, maior evento feminino da modalidade.

CBD na rotina

Morando e treinando nos Estados Unidos há cerca de um ano, a lutadora – que é natural de Erechim (RS) – desfruta dos benefícios de incluir a cannabis em sua rotina de treinos e competições.

Foto: Instagram @janaisamma

“Eu costumo usar cápsulas de energia e foco antes dos treinos, que são feitas de CBD com ativos energéticos como cafeína, chá verde e ginseng”, detalha.

O uso tópico complementa a rotina. “Utilizo também pomadas e cremes que ajudam a relaxar e recuperar a musculatura pós treino. São combinações que a gente já conhece com CBD, para ativar ainda mais a recuperação.”

Apoio

Além de usufruir do potencial terapêutico dos canabinoides, Janaísa – que atende pelo apelido de Evil Princess – conta ainda com o patrocínio de uma empresa canábica – algo cada vez mais comum nos mercados regulamentados.

“Com o auxílio da Fusion CBD Products, tenho todo o suporte para cuidar do meu corpo e mente pré e pós competição”, conta.

Visão de futuro

Enquanto se prepara para a próxima luta – marcada para o dia 30 de julho, contra a mexicana Montserrat Ruiz – a atleta aproveita para refletir sobre a legalização da cannabis.

“Só vejo melhorias nos lugares onde a planta foi liberada. Vejo também uma aceitação um pouco maior a cada dia e isso me deixa feliz.”

Segundo ela, é preciso que haja “mais aceitação, mais informação e menos julgamento”.

Confira uma das lutas de Janaísa a seguir:

*Junte-se à roda do Maryjuana no Telegram e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

You may also like
5 benefícios do CBD para atletas
Anvisa autoriza importação de gel de maconha para reduzir dor durante sexo
Brasileira lança incubadora e concurso para projetos canábicos inovadores
Cientistas alteram strain para matar células cancerígenas

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.