Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > O copal, incenso sagrado dos Maias, reduz a ansiedade através da modulação do sistema endocanabinóide

O copal, incenso sagrado dos Maias, reduz a ansiedade através da modulação do sistema endocanabinóide


Copal é o nome dado à resina extraída da casca da árvore Protium copal, encontrada principalmente em regiões tropicais.

O copal foi muito usado como incenso durante importantes cerimônias religiosas na antiga civilização Maia. Registros arqueológicos indicam que os Maias consideravam o copal uma essência sagrada através da qual os Deuses se manifestam na Terra.

O copal ainda é usado como incenso por vários povos indígenas do México e da América Central, como na celebração do calendário de 260 dias (o Tzolkin), em cerimônias de cura e para abençoar as culturas agrícolas.

(Esq.) Processo de extração da resina da casca da árvore Protium copal. (Dir.) Copal na forma cristalizada.

Pessoas que já participaram de cerimônias maias relatam que o copal tem efeito rápido e intenso sobre o humor, mas até o momento eram apenas anedotas. Recentemente, pesquisadores canadenses realizaram um estudo para verificar se o efeito fisiológico sobre o humor era real e por qual mecanismo era mediado.

O estudo em questão foi realizado com ratos de laboratório. Os animais foram expostos ao vapor da queima do copal e depois tiveram o comportamento avaliado.

Os pesquisadores observaram que o copal reduzia a ansiedade dos animais e os deixavam mais sociáveis, efeitos também observados após o consumo de Cannabis. A seguir, eles descobriram que o sistema endocanabinoide está envolvido na indução destes efeitos, já que o bloqueio do receptor CB1 (cannabinoid receptor type 1) inibiu os efeitos do copal.

Ainda não se sabe quais substâncias presentes no copal são responsáveis pelo efeito ansiolítico. Porém, análises fitoquímicas revelaram que a resina de copal é composta principalmente pelos terpenos alfa-pineno, sabineno e limoneno, também encontrados na Cannabis.

*Por LIA ESUMI: Bióloga, MS/PhD em Psicobiologia e colaboradora no Maryjuana.

You may also like
Pesquisadores estudam o aroma da cannabis
Terpenos: conheça o poder do beta-cariofileno no tratamento da sepse
5 tipos de maconha para tratar a ansiedade
Hashishene: o novo terpeno descoberto na maconha

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.