CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Estudo mostra que maconha pode combater os sintomas da esquizofrenia

Estudo mostra que maconha pode combater os sintomas da esquizofrenia

Um dos argumentos favoritos dos proibicionistas – o de que a maconha pode desencadear esquizofrenia – cai por terra a cada dia que passa. Contrariando totalmente esse raciocínio, um estudo financiado pelo governo norte-americano e publicado na última edição da revista Neuropsychopharmacology descobriu que a maconha, na verdade, pode ajudar a combater os sintomas da doença na medida em que estimula os receptores de canabinóides do corpo.

A investigação – financiada pela Fundação de Pesquisa do Cérebro e do Comportamento e pelo Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos, envolveu ratos com esquizofrenia tratados com um tipo de canabinóide sintético chamado phencyclidine (PCP). . Segundo os pesquisadores, a substância “reverteu o isolamento social em ratos tratados com PCP através da estimulação dos receptores de CB-1. Vale lembrar que o isolamento social é um dos principais sintomas da esquizofrenia. A conclusão é a de que “a ativação de receptores CB1 é crucial para a interação social” – e agora você também já sabe porque fica tão a fim de socializar quando dá umas bolas 😀

*Fonte: Neuropsychopharmacology

You may also like
Associação de Niterói obtém liminar para plantar maconha para uso terapêutico
Mercado de CBD vê ameaça após decisão do STJ sobre rol da ANS
Estudo brasileiro demonstra eficácia da cannabis contra superbactérias
Maconha pode ser alternativa para tratar artrite e dor nas costas

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.