CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Álcool causa mais acidentes de trânsito do que maconha

Álcool causa mais acidentes de trânsito do que maconha


Conforme avança a legalização da maconha nos Estados Unidos, novos dados e pesquisas surgem para desmentir os mitos e falácias pregados pelos proibicionistas.

Embora não seja recomendado dirigir veículos após fumar um, o consumo de cannabis não implica em maior número de acidentes de trânsito. Pelo menos foi o que concluiu um estudo do National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), órgão ligado ao governo federal dos Estados Unidos.

Segundo a pesquisa, replicada pelo site ThinkProgress na semana passada, o uso da erva não implica em maior risco de sofrer acidentes, especialmente se comparado ao uso de álcool.

Para o estudo, foram avaliados 9 mil motoristas durante o ano de 2014. Embora 25% dos usuários de maconha tenham se mostrado um pouco mais propensos a se envolver num acidente do que aqueles que não fumaram, fatores como gênero e idade também apresentaram influência sobre o risco de acidentes. Motoristas mais jovens, por exemplo, costumam se envolver em mais acidentes do que os mais velhos. E o homens são mais propensos a bater o carro do que as mulheres (o que contraria também alguns machistas sempre de plantão).

Por outro lado, os motoristas que consumiram álcool apresentaram alto risco de envolvimento em acidentes no trânsito. Pessoas com 0.08% de álcool no sangue apresentaram quatro vezes mais chance de bater o carro do que motoristas sóbrios, enquanto aqueles com 0.15% de álcool têm doze vezes mais chance de causar acidentes.

Outros estudos já comentados por aqui também apontam a redução do índice de acidentes de trânsito após a legalização no Colorado. Mas, seja lá como for, evite fumar antes de dirigir para reduzir qualquer risco de sequelar por aí. Canabista responsável chega mais longe.

You may also like
Venda de maconha aumenta nos Estados Unidos devido à quarentena
Delivery de maconha cresce nos EUA em meio a pandemia do coronavírus
Pacientes com câncer trocam opioides por maconha
Havaí é o 26º estado americano a descriminalizar a maconha

1 Response

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.