CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Reino Unido reduz perseguição aos cultivadores de maconha

Reino Unido reduz perseguição aos cultivadores de maconha

/

Quando se tem alguma dose de bom senso, nem precisa legalizar a maconha para diminuir o encarceramento de meros jardineiros. Pois é mais ou menos isso o que está acontecendo no Reino Unido, onde os policiais desistiram de perseguir pequenos produtores da erva.

Segundo reportagem do The Economist, é preciso ter uma plantação muito chamativa ou um comportamento abusivo demais para atrair a atenção da polícia britânica hoje em dia. Recentemente, oficiais disseram que adotariam medidas repressivas apenas em casos do uso “flagrante” de cannabis.

É óbvio que o menor rigor em relação aos growers deve-se em parte à falta de recursos – e não somente à maior conscientização dos policiais sobre a inutilidade de tais perseguições. Estima-se que, nos últimos cinco anos, o orçamento da polícia britânica sofreu corte de 25%.

Os agentes não têm tempo para procurar pequenos produtores com “alguns pés de maconha em casa”, como declarou o comissário Alan Charles de Derbyshire.

Não é de hoje que os policiais têm se mostrado céticos quanto à importância de processar usuários de drogas ou cultivadores de pequena escala. Segundo Alan Charles, a ineficaz guerra às drogas é uma “insanidade”.

A reportagem do The Economist também ressalta que o relaxamento do controle aos growers coincide com o aumento dos “clubes sociais de cannabis” na região nos últimos cinco anos. Atualmente, existem aproximadamente 80 organizações do tipo espalhadas pelo Reino Unido.

O cultivo e a posse de drogas , entretanto, permanecem sendo considerados crimes no Reino Unido, enquanto a maioria dos clubes – que não possuem fins lucrativos – se protege atrás do nome de organização ativista. “Não é ilegal falar sobre maconha”, ressalta Greg de Hoedt, presidente da United Kingdom Cannabis Social Clubs (UKCSC), entidade que congrega diversos clubes.

A ideia dos clubes canábicos foi inspirada no modelo da Espanha, onde hoje existem cerca de 400 entidades do tipo. “A Espanha é o modelo que os ativistas ingleses querem imitar”, disse Gary Potter, da Universidade de Lancaster.

Quem sabe um dia a polícia brasileira não se inspira no exemplo dos britânicos e simplesmente para de perseguir jardineiros inocentes com duas ou três plantas? Vale lembrar que nem é preciso legalizar para isso: BASTA QUERER! E basta não denunciar seu vizinho que cultiva. Já faz um grande favor!

*Foto: David Mcnew/Reuters

You may also like
Como plantar maconha: tudo o que você precisa saber para começar já!
Deputado francês leva baseado ao Parlamento durante debate sobre legalização da maconha
Amsterdã reforça planos para restringir turistas nos coffee shops
Como plantar maconha indoor no verão: 10 dicas infalíveis!

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.