Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > MEDICINAL > Canabinoides auxiliam em doenças causadas por hiperexcitabilidade

Canabinoides auxiliam em doenças causadas por hiperexcitabilidade


Espalhe a boa !
  • 318
    Shares

Capaz de relaxar o corpo e a mente, não por acaso a maconha mostrou-se eficaz no tratamento de doenças de hiperexcitabilidade motora, afirma um novo estudo publicado em fevereiro pela revista Epilepsy Research.

Segundo a pesquisa realizada pela Universidade de Palermo, na Itália, os canabinoides são especialmente benéficos para os portadores da rara – porém, cruel – Síndrome de Isaac, também conhecida como neuromiotonia. 

De acordo com o site Andar Bem, a síndrome de Isaac consiste numa doença neuromuscular causada por hiperexcitabilidade e ativação contínua dos nervos periféricos ligados às fibras musculares. Dentre os sintomas estão rigidez muscular progressiva, contrações ou espasmos musculares contínuos, cãibras e sudorese.

“Os canabinoides desempenham papel importante na modulação dos fenômenos de hiperexcitabilidade no hipocampo”, disseram os cientistas no resumo do artigo científico. Ao que tudo indica, as substâncias – encontradas naturalmente na cannabis – atuam sobre um receptor específico (TRPV1 ) que, por sua vez, regulam a excitação sináptica. O estudo também faz referência a achados médicos anteriores envolvendo doenças para as quais a maconha é comprovadamente benéfica, a exemplo da epilepsia.

Na conclusão, os investigadores reiteram que a “interação farmacológica entre os canabinoides e o receptor TRPV1 representa uma abordagem promissora no futuro para tratar doenças baseadas em hiperexcitabilidade”.

Clique aqui para ler o estudo na íntegra.

You may also like
Usuários de maconha precisam de sedação duas vezes maior do que os outros pacientes no hospital
Em Washington, legalização da maconha não aumentou o consumo entre adolescentes
Tratamento com CBD pode reduzir o consumo de cocaína
Cada vez mais pacientes trocam remédios para ansiedade por maconha

Leave a Reply