CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > NEGÓCIOS > Última loja de armas de São Francisco, na Califórnia, cede espaço para dispensário

Última loja de armas de São Francisco, na Califórnia, cede espaço para dispensário

A cultura bélica tão típica dos Estados Unidos parece que, aos poucos, está sendo vencida pela cultura canábica da paz e do amor.

Pelo menos é isso que sugere esta notícia que nos chega através do jornal SF Gate: a última loja de armas de São Francisco, na Califórnia, em breve se tornará um dispensário de maconha medicinal.

lojadearmas_sãofrancisco_california

Instalada numa área nobre da cidade, a High Bridge Arms comercializou armas durante nada menos do que 63 anos. Até que, em outubro de 2015, os proprietários decidiram encerrar o negócio por oposição às novas regras deste tipo de varejo, que exigem maior controle sobre as transações (incluindo filmar as vendas e relatar as saídas de munições).

Ao que tudo indica, o local não só já tem um novo inquilino, como este planeja abrir uma loja de maconha medicinal chamada High Bridge, segundo reportagem do site 7X7Só falta agora a aprovação da Secretaria de Planejamento da cidade para a abertura do estabelecimento.

Quem parece que gostou da ideia foi o dono do imóvel, que declarou estar “realmente muito feliz que um dispensário de maconha vai funcionar ali”.

E não se trata de qualquer loja, mas sim de uma com sólida orientação social, destinada a atender a população de baixa renda. Por estar localizado atualmente num bairro de elite, a Cooperativa Bernal Heights está passando por um processo de despejo para que o local transforme-se num dispensário de luxo.

Em sua nova loja, o proprietário Sean Killer pretende manter a tradição de vender os produtos a um preço justo, inclusive doando maconha para os pacientes que não podem pagar.

E não pense que é só nos Estados Unidos que a maconha está tomando o lugar de negócio mais, digamos, nefastos. No Canadá, uma antiga fábrica de tabaco transformou-se num imenso jardim de maconha medicinal.

Isso que é a verdadeira redução de danos, diz aí!

*Foto de abertura: AP Photo/Jeff Chiu

You may also like
Ex-astro da NBA investe R$ 476 milhões em empreendedores negros da indústria canábica
Califórnia está cultivando mais maconha legal do que consegue vender
Estudo: 15% dos trabalhadores usam maconha no home office
New Orleans aprova medidas para descriminalizar o uso de maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.