CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > Colômbia autoriza uso medicinal e científico da maconha

Colômbia autoriza uso medicinal e científico da maconha


O Ministério de Saúde regulamentou o uso médico e científico da maconha na Colômbia através de um decreto que permite o uso da semente da planta de cannabis para processos com este fins, bem como para o controle de atividades de importação.

Com o decreto 613 de 10 de janeiro de 2017, expedido pelo Ministério, é autorizado o uso da semente de maconha para fins medicinais, e também para “avaliação, acompanhamento e controle das atividades de importação, exportação, cultivo, produção, distribuição e uso da semente”.

Com esta nova regulamentação, o Governo também especifica o procedimento de obtenção de licenças para o acesso “seguro e informativo” à semente.

Além disso, o decreto explica que será formado um “Grupo Técnico de Quotas” que realizará “a análise, avaliação e acompanhamento de todos os assuntos relacionados com a dotação de quotas ou prescrição de cannabis para fins médicos e científicos”, acrescentou a fonte.

O Congresso colombiano aprovou em maio de 2016 um projeto de lei que regulamenta o cultivo, produção, fabricação, aquisição, importação, exportação, armazenamento, transporte, comercialização, distribuição, uso e posse das sementes da planta de maconha com fins medicinais e científicos.

Após esta decisão, o Governo entregou à companhia canadense PharmaCielo a primeira licença para a produção e fabricação de derivados medicinais de maconha no país.

*Fonte: EFE

You may also like
Pacientes desmistificam o ato de fumar maconha
Anvisa autoriza importação de gel de maconha para reduzir dor durante sexo
Maconha apresenta eficácia no combate às superbactérias
Casal ganha direito de importar sementes de maconha para tratar filha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.