CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > MUNDO > 8 países onde você pode ser morto por fumar maconha

8 países onde você pode ser morto por fumar maconha

/

A lei de drogas do Brasil é injusta e retrógrada, mas – se é que vale o consolo – há locais do planeta em que o proibicionismo chega a níveis medievais.

Sobretudo em países asiáticos, as drogas ainda são tratadas como um tabu fatal e regidas por leis capazes de executar usuários e traficantes sem dó nem piedade – e, às vezes, sem direito a julgamento também.

A seguir, conheça 8 países que adotam a pena de morte para maconheiros – e pense MUITO BEM antes de arriscar legalizar em qualquer um destes locais!

1) CINGAPURA

Uma das primeiras nações do mundo a proibir a cannabis, no século 19, Cingapura mantém até hoje uma lei de drogas extremamente severa e cruel, que inclui pena de morte para quem for enquadrado por tráfico de maconha. Detalhe: basta ser flagrado com mais de 15 gramas de erva para ser preso e acusado de tráfico!

Em 2016, um atleta nigeriano foi enforcado no país após ser detido com pouco mais de 2 quilos de maconha.

2) EGITO

A proibição da maconha no Egito iniciou em 1877 e permanece até hoje, com direito a leis cruéis que preveem pena de morte para quem for acusado de tráfico.

Em 2013, a corte egípcia condenou um grupo de homens à pena de morte por tentarem ingressar no país com uma grande quantidade de haxixe. Em 2015, após um bem sucedido trabalho diplomático, eles tiveram a pena convertida para prisão perpétua.

3) INDONÉSIA

Paraíso de surfistas e bon-vivants de todo o mundo, a Indonésia é paradoxalmente um local hostil para os maconheiros e consumidores de drogas em geral. Maconha e haxixe, por exemplo, estão na mesma categoria de cocaína, metanfetamina e heroína – ou seja: tolerância zero para usuários e traficantes!

As sentenças para a posse de cannabis podem variar de quatro a doze anos de prisão. Caso você possua mais de 1 kg de erva ou 5 gramas de cocaína, provavelmente será condenado à prisão perpétua. Se for flagrado com quantidades maiores do que estas, prepare-se para ser executado por um pelotão de fuzilamento, a exemplo dos brasileiros Marco Archer Cardoso e Rodrigo Gularte, executados no país em 2015.

4) CHINA

Ainda que a posse de pequenas quantidades de maconha não resulte em morte na China, o mesmo não acontece com quem tem o azar de ser flagrado traficando ou produzindo drogas no país.

Recentemente, o país lançou uma campanha anti-drogas agressiva, que inclui sentenças de morte públicas aos acusados de tráfico, com execução instantânea na maioria dos casos.

5) MALÁSIA

Intitulada Dangerous Drugs Act 1952, a lei de drogas da Malásia prevê pena de morte por enforcamento para quem for flagrado portando cerca de 200 gramas de maconha.

Em 2016, a (in)justiça da Malásia enforcou um homem de 32 anos devido ao tráfico de cerca de 9 quilos de maconha.

6) MYANMAR

Localizado no sudeste da Ásia, a República da União de Myanmar também prevê pena de morte para quem for flagrado com maconha ou outras drogas.

No ano passado, um homem foi sentenciado à morte no país após ser flagrado em posse de menos de 2 quilos de maconha.

7) ARÁBIA SAUDITA

Ser flagrado em posse de maconha – ou outras drogas – na Arábia Saudita também pode culminar em pena de morte.

Em 2016, um casal do Iêmen foi executado após tentar entrar com haxixe na Arábia Saudita

8) FILIPINAS

A lei de drogas da Filipinas é uma das mais cruéis do mundo, possibilitando até mesmo a execução de suspeitos de tráfico sem julgamento prévio.

A situação se agravou após a posse do presidente Rodrigo Duterte, em 2016, que declarou publicamente seu desejo de assassinar usuários e traficantes das mais diversas drogas, incluindo a maconha.

De lá pra cá, estima-se que pelo menos 12 mil (eu disse: 12 MIL!) seres humanos, incluindo crianças, já foram executadas no país.

****MARY 4:20: EXPERIMENTE AGORA A PRIMEIRA & ÚNICA LINHA DE CAFÉS ESPECIAIS DO PLANETA DESTINADA À HARMONIZAÇÃO COM CANNABIS****

You may also like
Cinemas do Ceará serão obrigados a exibir vídeos proibicionistas antes de todas as sessões
Cannabis foi domesticada na China há 12 mil anos, diz estudo
“Comigo não tem liberação de droga nem plantio”, diz Bolsonaro sobre maconha
França implanta multa para usuários de maconha

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.