Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > SAÚDE & BEM-ESTAR > Uso de vaporizador intensifica os efeitos da cannabis

Uso de vaporizador intensifica os efeitos da cannabis


Espalhe a boa !
  • 1.9K
    Shares
Pesquisadores sugerem que vaporizar a maconha produz efeitos mais acentuados do que fumá-la, sobretudo em usuários pouco frequentes.

Uma das principais estratégias de redução de danos para fumantes em geral, os vapes também são capazes de intensificar a chapação,conforme apontam pesquisadores da Johns Hopkins Medicine.

Publicado na edição de novembro do JAMA Network Open, o estudo mostra que a vaporização aumentou alguns efeitos da erva em usuários inexperientes, incluindo relatos de ansiedade, paranoia, distração e perda de memória.

Ao aquecer a erva sem combustão, os vapes liberam terpenos e canabinoides de forma mais intensa, sem produzir diversos dos componentes nocivos da queima de material, como alcatrão e outros agentes causadores de câncer.

No entanto,  os pesquisadores alertam para que canabistas de primeira viagem – ou aqueles que não estão habituados ao uso frequente da erva – atentem para possíveis efeitos colaterais ocasionados pela vaporização de maconha, uma vez que os vapes fornecem maiores quantidades de THC (o componente psicoativo da maconha), aumentando também a possibilidade de “bad trips”.  

“À luz do aumento da legalização da cannabis, nós projetamos nosso estudo com foco na exposição da população em geral à cannabis, incluindo quem nunca fumou e quer experimentá-la para fins médicos ou recreativos, ou alguém que não usa regularmente o suficiente para entender ou prever os seus efeitos”, declara Ryan Vandrey, Ph.D. e professor associado de psiquiatria e ciências comportamentais da Faculdade de Medicina daUniversidade Johns Hopkins.

“O que nosso estudo sugere é que usuários inexperientes precisam tomar cuidado com a quantidade de cannabis que vaporizam, evitando dirigir dentro de algumas horas após o uso. Isso pode ser perigoso para si e para outros. Além disso, estas pessoas podem ter efeitos negativos, como ansiedade, náusea, vômito e até alucinações”, acrescenta o cientista.

Metodologia

O estudo envolveu  17 participantes voluntários,  sendo nove homens e oito mulheres, com idade média de 27 anos, que não haviam utilizado maconha nos últimos 30 dias, o que foi comprovado através de exames toxicológicos.

Em um ambiente controlado, cada participante fumou ou vaporizou cannabis contendo 0, 10 ou 25 miligramas de THC. As sessões se repetiram uma vez por semana durante seis semanas.

É vape de qualidade que você procura?

Adquira os melhores vaporizadores de ervas do mundo diretamente com o fabricante!
EU QUERO

De acordo com os cientistas, 25 miligramas de THC são uma dose relativamente baixa, inclusive menor do que é normalmente encontrado nos baseados pré-enrolados comercializados em dispensários onde a cannabis é legal nos Estados Unidos.

Durante cada uma das seis sessões, a equipe de pesquisa observou e avaliou os efeitos da erva nos participantes, incluindo reações adversas. Eles também mediram os sinais vitais, como frequência cardíaca e pressão arterial, e coletaram amostras de sangue logo depois de fumar, a cada 30 minutos, durante duas horas e, em seguida, a cada hora, durante oito horas.

Cada participante também completou o Questionário de Efeito de Drogas – classificando efeitos de drogas autodeclarados através de uma pontuação de 100 – logo após fumar e a cada hora, por até oito horas depois.

Os participantes também completaram três tarefas computadorizadas projetadas para medir o tempo de atenção, memória, tempo de reação física e movimento motor. Uma tarefa exigia que replicassem a forma dos padrões, outra exigia que eles adicionassem cadeias de números de um único dígito e a terceira exigia que seguissem um ponto na tela com o cursor enquanto também rastreavam um ponto que aparecia na periferia. .

Os testes destinaram-se a representar as habilidades necessárias para o desempenho adequado no local de trabalho, operando um carro ou outro veículo.

Resultados

“Nossos participantes tiveram prejuízo substancialmente maior nas tarefas quando vaporizaram a mesma dose, o que no mundo real se traduz em mais comprometimento funcional ao dirigir ou executar tarefas diárias”, diz Tory Spindle, Ph.D., pesquisador na unidade de pesquisa em farmacologia comportamental da Johns Hopkins Bayview.

“Há uma diferença definitiva na quantidade de droga que circula no sangue quando se usa um vaporizador em vez de fumar a cannabis, por isso considerações devem ser feitas quanto à dosagem para garantir que as pessoas utilizem cannabis com segurança”, conclui Spindle.

Intensifique a sua chapação

Os vapes mais insanos do mercado estão aqui!
VAPORIZE JÁ

You may also like
Vaporizadores: como o sistema de aquecimento influencia no vapor & sabor
Vaporizador reduz o acúmulo de placa dental e melhora a saúde das gengivas
Vape com tecnologia biométrica permite monitorar consumo de canabinoides
Estudo revela mais um bom motivo para vaporizar em vez de fumar

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.