CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CURIOSIDADES > Estudo aponta que mulheres preferem strains ricas em CBD

Estudo aponta que mulheres preferem strains ricas em CBD

/

Mais de 30 mil mulheres que utilizam cannabis com fins medicinais participaram do estudo. 

Levantamento feito pela RYAH Medtech Inc. – empresa de big data e tecnologia com foco em cannabis – sugere que as mulheres têm preferência por cepas de maconha ricas em canabidiol (CBD), além de strains ricas em THC e bem equilibradas.

A pesquisa também mostrou que elas representam 45% do total de usuários de cannabis com fins medicinais no mundo. O relatório – feito com base nos dados de 28.211 mulheres – conclui que é “difícil categorizar” os hábitos de consumo das usuárias de cannabis. Mas, de modo geral, “elas preferem cepas ricas em CBD, ricas em THC e bem equilibradas.

“Elas gostam tanto de sativas quanto de indicas”, concluem os autores.

Sativa X Indica

Ao todo, 36,6% das mulheres declararam preferir strains de predominância sativa, enquanto 34% disseram gostar mais das cepas de predominância indica.

Para tratar a ansiedade, as participantes relataram preferir strains como Cannotonic, Harlequin, Super Lemon Haze e Purple Candy, enquanto AD/CD, Gorilla Glue e as mencionadas Harlequin e Purple Candy são as strains mais utilizadas no tratamento da fibromialgia.

Condições de saúde

“As principais condições de saúde tratadas pelas mulheres refletem as tratadas pelos homens”, confirma o relatório. “Ansiedade, depressão e estresse são as três principais preocupações. ”

A ansiedade, no caso, foi a condição número um tratada pelas mulheres.

Uma diferença que o estudo determinou foi que as mulheres tendem a começar a consumir cannabis muito mais tarde do que os homens – por volta dos 30 anos.

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)! 

You may also like
Estudo: extrato de cânhamo promove perda de peso
78% dos brasileiros são favoráveis ao uso terapêutico da maconha
Empresa colombiana contrata mães solteiras para a produção de maconha
Caso APEPI: Justiça ordena ação policial em fazenda de maconha para fins medicinais

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.