CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > CURIOSIDADES > Estudo aponta que mulheres preferem strains ricas em CBD

Estudo aponta que mulheres preferem strains ricas em CBD


Mais de 30 mil mulheres que utilizam cannabis com fins medicinais participaram do estudo. 

Levantamento feito pela RYAH Medtech Inc. – empresa de big data e tecnologia com foco em cannabis – sugere que as mulheres têm preferência por cepas de maconha ricas em canabidiol (CBD), além de strains ricas em THC e bem equilibradas.

A pesquisa também mostrou que elas representam 45% do total de usuários de cannabis com fins medicinais no mundo. O relatório – feito com base nos dados de 28.211 mulheres – conclui que é “difícil categorizar” os hábitos de consumo das usuárias de cannabis. Mas, de modo geral, “elas preferem cepas ricas em CBD, ricas em THC e bem equilibradas.

“Elas gostam tanto de sativas quanto de indicas”, concluem os autores.

Sativa X Indica

Ao todo, 36,6% das mulheres declararam preferir strains de predominância sativa, enquanto 34% disseram gostar mais das cepas de predominância indica.

Para tratar a ansiedade, as participantes relataram preferir strains como Cannotonic, Harlequin, Super Lemon Haze e Purple Candy, enquanto AD/CD, Gorilla Glue e as mencionadas Harlequin e Purple Candy são as strains mais utilizadas no tratamento da fibromialgia.

Condições de saúde

“As principais condições de saúde tratadas pelas mulheres refletem as tratadas pelos homens”, confirma o relatório. “Ansiedade, depressão e estresse são as três principais preocupações. ”

A ansiedade, no caso, foi a condição número um tratada pelas mulheres.

Uma diferença que o estudo determinou foi que as mulheres tendem a começar a consumir cannabis muito mais tarde do que os homens – por volta dos 30 anos.

Que tal turbinar a sua mente?

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)! 

SAIBA MAIS

You may also like
Associação oferece CBD para médicos na frente de combate ao coronavírus
Pacientes com câncer trocam opioides por maconha
Justiça Federal autoriza família a plantar maconha em Cuiabá
“Boldinho Chapa”: confira o novo som de Bebel du Guetto

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.