Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > SAÚDE > Maconha auxilia no combate aos sintomas da endometriose

Maconha auxilia no combate aos sintomas da endometriose


Uma das doenças femininas mais enigmáticas e subdiagnosticadas, a endometriose pode ter seus sintomas aliviados com auxílio da maconha.

Pelo menos é o que aponta um recente estudo publicado na edição de novembro do Journal of Minimally Invasive Oncology. 

Conduzido por pesquisadores do centro de ginecologia e obstetrícia do St. Joseph’s Hospital and Medical Center, nos Estados Unidos, o levantamento foi feito a partir de dados autorrelatados por 364 pacientes com endometriose.

“O uso de maconha – incluindo o canabidiol (CBD) – entre mulheres com endometriose é comum. Tanto a maconha quanto o CBD são relatados como moderados ou muito eficazes para combater a dor pélvica pela maioria das mulheres que os experimentaram”, relatam os cientistas.

Vale ressaltar que o uso de maconha foi apontado como sendo mais eficaz do que os compostos contendo apenas CBD.

Endometriose: entenda a doença

A endometriose é uma doença ginecológica crônica caracterizada pelo crescimento do tecido do endométrio fora do útero, o que gera uma reação inflamatória.

Embora útero e ovários sejam as zonas mais afetadas, também é possível que a doença se desenvolva na vagina, peritônio, trompas de Falópio e, inclusive, em órgãos como intestino, bexiga e pulmão.

O diagnóstico da endometriose não é simples – e muitos médicos sequer são capazes de fazê-lo corretamente – o que faz com que muitas mulheres demorem anos para descobrir que são portadoras da doença.

Ao todo, estima-se que 176 milhões de mulheres sejam portadoras de endometriose no mundo. No Brasil, são cerca de 6 milhões.

De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, entre 10% a 15% de mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) podem desenvolvê-la e há 30% de chance de que fiquem estéreis.

Sintomas

Segundo o portal Gineco, os sintomas da endometriose incluem cólicas menstruais intensas, dores pré-menstruais, dor durante as relações sexuais, dores difusas ou crônicas na região pélvica, fadiga crônica, sangramento menstrual intenso ou irregular, alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação e, por fim, infertilidade.

Tratamento 

Se o diagnóstico da doença é difícil, o tratamento não é menos complicado. Geralmente, a doença é tratada com cirurgias invasivas ou o uso contínuo de hormônios repletos de efeitos colaterais.

Sendo assim, o uso de fitoterápicos – incluindo a cannabis – é, sem dúvida, uma esperança e um alívio para as mulheres que sofrem com a endometriose, ajudando a combater os seus sintomas e aumentando a qualidade de vida.

Clique aqui para saber mais sobre as propriedades terapêuticas da maconha.

Que tal turbinar a sua mente?

O conteúdo deste site foi criado por mentes turbinadas com café (Mary4:20)! 

SAIBA MAIS

You may also like
Agentes de saúde divulgam marcas de vapes vinculadas a casos de doença pulmonar
Uso diário de CBD atenua sintomas do autismo, aponta estudo brasileiro
Ex-presidente da Bayer no Brasil cria startup de cannabis
Guia de Terpenos #2: Limoneno

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.