CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > VAPER > SAÚDE & BEM-ESTAR > Vaporizar é 99% menos cancerígeno do que fumar, aponta pesquisa

Vaporizar é 99% menos cancerígeno do que fumar, aponta pesquisa


Pesquisa da Universidade de St. Andrews, na Escócia, compara o potencial cancerígeno dos cigarros eletrônicos e convencionais.

A internet está repleta de desinformação sobre o lifestyle vaper, incluindo alegações sensacionalistas de todos os tipos.

Mas o fato é que, polêmicas à parte, os vapes oferecem aos fumantes uma das mais eficazes estratégias de redução de danos à saúde.

Para quem ainda tem dúvidas, vale a pena conferir os resultados de uma pesquisa realizada recentemente na Universidade de St. Andrews, na Escócia.

Cigarros eletrônicos X cigarros tradicionais

Os autores compararam os níveis de toxicidade entre cigarros eletrônicos, tabaco combustível (vulgo cigarro) e as mais recentes tecnologias de aquecimento de tabaco sem combustão, também conhecidas como dispositivos HNB.

Depois de calcular a ingestão média de fumaça de um fumante de 15 cigarros por dia, os cientistas bombearam essa mesma quantidade de vapor, fumaça HNB e fumaça de cigarro de tabaco convencional em câmaras de vidro separadas e especialmente controladas.

Após os testes, os co-autores do levantamento admitiram que – desde que observados fatores como  “combinações ideais de configuração do dispositivo, formulação líquida e comportamento do vaping” – os cigarros eletrônicos oferecem “ingestão substancialmente reduzida e instantânea de carcinógenos”.

Clique aqui para conferir o estudo na íntegra.

Vaporizar garante aproveitamento total dos terpenos

Desfrute de todo o aroma das flores com os melhores vapes do mercado! 

VAPORIZE JÁ

You may also like
Estudo: cannabis com alto teor de THC não é necessariamente mais potente
Vape review: saiba tudo sobre o vaporizador de ervas Xmax Aria
Guia de temperaturas para vaporizar cannabis
Estados com cannabis legal registram menos problemas relacionados ao vaping nos EUA

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.