CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > ATIVISMO > Ras Geraldinho continua detido após audiência nesta quinta-feira

Ras Geraldinho continua detido após audiência nesta quinta-feira

Rolou nesta quinta-feira, dia 17/01/2013, mais uma audiência do Julgamento de Ras Geraldinho,  fundador da primeira igreja rastafari do Brasil, encarcerado injustamente desde agosto do ano passado sob acusação de tráfico de drogas. Na ocasião, o líder religioso foi apreendido com 37 pés de maconha no sítio onde está sediada a  I Primeira Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil, na cidade de Americana (SP).

Quando chegou ao Fórum, Ras Geraldinho foi recebido por uma caravana de fiéis, cultivadores e ativistas pela legalização da maconha. Em coro, os manifestantes clamavam por justiça, entoando versos como “Que pecado/ Libertem Ras Geraldo“. Mantido em segredo de justiça, o caso foi julgado de forma totalmente secreta – nem mesmo a imprensa ou a esposa do acusado, Marlene Martim, foram autorizadas a acompanhar a sessão. Aparentemente calmo e com a cabeça raspada, Ras seguiu algemado e escoltado para o interior do Fórum.

Iniciada por volta das 14h, a audiência se estendeu para pouco além das 4:20, período em que foram ouvidas três testemunhas de defesa, incluindo frequentadores da igreja e antigos amigos do Ras. Um deles, um senhor de 67 anos, depôs não apenas a favor do amigo e do uso religioso da maconha, mas também sobre os benefícios da canábis medicinal. “Tenho câncer de pele e a maconha me ajudou muito durante o tratamento”, disse.

Sem jurisprudência e permeado por preconceitos do juiz e promotoria, o caso continua em aberto. A sessão terminou sem uma sentença definida e, agora, será preciso aguardar 30 dias até que haja uma decisão em 1º grau, para só então a defesa entrar com um recurso de apelação para o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

O Juiz de Direito da causa, Dr. Eugenio Clementi, disse que “a pedido da defesa, os debates orais foram convertidos em memoriais escritos. Os autos já estão com a transcrição da estenotipia concluída, e seguirão para o Promotor de Justiça, que terá cinco dias para apresentar suas alegações finais. Em seguida, a Defesa terá outros cinco dias para manifestação e os autos virão para o Juiz sentenciar. Como se trata de réu preso, o prazo máximo para o juiz proferir a sentença é de dez dias”. Enquanto isso, Ras Geraldinho – que teve os dredlocks cortados e a casa sequestrada – segue preso numa cela qualquer…Até quando, reaças?

Confira a entrevista com o Dr. Alexandre Khuri Miguel, advogado de Ras Geraldinho. Um dos defensores das causas ligados ao Santo Daime, ele defende a liberdade do uso religioso e explica que o líder religioso vítima de uma justiça preconceituosa que insiste em enquadrar cultivadores como traficantes.

You may also like
Ministro Barroso divulga vídeo com defesa de descriminalização da maconha
Jamaica enfrenta escassez de maconha devido à seca e a COVID-19
“Igreja dos Humildes”: pastores são presos por cultivar maconha em Maceió
Associações canábicas: tudo o que você sempre quis saber sobre o tema

24 Responses

  1. Braulio Pinto

    Vocês são muitO corajosos também, escondendo-se sob o nome de Mary Juana, afinal, não vejo o nome de nenhum responsável por esse lixo que chamam de blog. Maconheiros vagabundos. Procurem na internet e verão que o advogado foi condenado em segunda instância, se é que sabem o que isso significa…

    1. Ninguém aqui se esconde. Pseudônimo é uma prática comum no jornalismo e na literatura desde sempre. No mais, quanto recalque, hein sr. Bráulio? Seria falta de maconha ou de sexo? rsrsrrs Relaxe, fuma um e goza, se é que teu Bráulio marca presença com tanto mau humor e ódio que tens no coração, rsrsrs. Maconheiros, sim, e com muito ORGULHO, pois também somos jornalistas, médicos, advogados, cozinheiros, etc. E você, que é bêbado? rsrsrs Bjinho, sr. Recalque!

    2. DR.ALEXANDRE KHURI MIGUEL

      TIVE OUTRO PROCESSO POR DESACATO, INTERVI QDO UM JOVEM DE 18 ANOS,ALGEMADO PELAS COSTAS, APANHAVA DE UM CABO DA PM. NO FORUM.

  2. Braulio Pinto

    Vocês são muitO corajosos também, escondendo-se sob o nome de Mary Juana, afinal, não vejo o nome de nenhum responsável por esse lixo que chamam de blog. Maconheiros vagabundos. Procurem na internet e verão que o advogado foi condenado em segunda instância, se é que sabem o que isso significa…

    1. Ninguém aqui se esconde. Pseudônimo é uma prática comum no jornalismo e na literatura desde sempre. No mais, quanto recalque, hein sr. Bráulio? Seria falta de maconha ou de sexo? rsrsrrs Relaxe, fuma um e goza, se é que teu Bráulio marca presença com tanto mau humor e ódio que tens no coração, rsrsrs. Maconheiros, sim, e com muito ORGULHO, pois também somos jornalistas, médicos, advogados, cozinheiros, etc. E você, que é bêbado? rsrsrs Bjinho, sr. Recalque!

  3. Pingback : ONU aceita descriminalização do uso da folha de coca na Bolívia

  4. Morgan Freeman

    Pessoal, eu sou fumante de maconha, e por mais que a gnt não concorde com isso, é uma droga ilícita e seu porte é crime. Tá na lei. Eu não conheço o Ras Geraldo e não duvido que seja um cara do bem, mas a verdade é que ele plantava muita maconha e a justiça ta pouco se fudendo se é pra uso religioso ou tráfico, pq pra eles e pras leis é a mesma coisa. Agora, corta os dreads do cara, aí já é sacanagem pura…

  5. RAFAEL

    Se em que um cara que se auto intitula Braulio Pinto deve ser muito corajoso mesmo…
    Outra coisa oque tem a ver o advogado com o acusado???Ras Geraldinho é um senhor com familia constituida, e falar que ele ´traficante é um absurdo!!!

  6. RAFAEL

    Se em que um cara que se auto intitula Braulio Pinto deve ser muito corajoso mesmo…
    Outra coisa oque tem a ver o advogado com o acusado???Ras Geraldinho é um senhor com familia constituida, e falar que ele ´traficante é um absurdo!!!

  7. Braulio Pinto

    Quero ver se têm coragem para publicar isso: O advogado do Geraldinho já foi preso como Chefe de Quadrilha que tinha PMs como integrantes.

    Terça-feira, 13 de Agosto de 2002, 18:35 | Online
    Avalie esta NotíciaRuimRegularBomÓtimoExcelente0 votos
    PF prende 12 em quadrilha chefiada por PM
    Tamanho do texto? A A A A
    Agentes do Setor Inteligência daPolícia Federal em São Paulo prenderam nesta terça-feira à tarde na Rua Morais Navarro, 536, Freguesia do Ó, zona norte da capital, 12 pessoas que fazem parte de uma quadrilha de assaltantes que agem em toda a capital. Segundo a Polícia Federal, os
    ladrões eram chefiados pelo cabo da PM Marcos Duarte da Silva, de 41 anos e pelo advogado Alexandre Khouri Miguel, de 33 anos.

    A investigação para identificação e localização da quadrilha começou no dia 17 de maio deste ano quando seis homens tentaram assaltar o posto de fiscalização da Receita Federal, na Rua Florêncio de Abreu, no centro da cidade. Houve troca de tiros com homens da segurança da Receita, e um dos assaltantes acabou sendo morto no banheiro.

    A quadrilha é suspeita também do seqüestro e morte do auditor fiscal Hélio Pimentel Júnior, de 32 anos, que desapareceu no dia 15 de maio e que trabalhava naquele prédio da inspetoria. O cadáver de Hélio foi encontrado carbonizado no município de Caieiras sem a cabeça e as mãos,que ainda não foram encontradas pela polícia.

    Parte da quadrilha presa hoje assaltou no começo da tarde um estabelecimento comercial próximo à Praça Panamericana, em Pinheiros. Quando a quadrilha se reunia na residência, na Freguesia do Ó, para a partilha dos produtos roubados foi cercada e presa pelos federais.

    Os federais apreenderam com os assaltantes um fuzil AK47, duas pistolas de calibres P.40 e 9 milímetros, dois revólveres calibre 38, um rádio de comunicação da Polícia Militar ligado na rede do Centro de Operações da PM; 50 mil tickets refeição; cerca de R$ 5 mil; US$ 800, relógios, câmeras fotográficas e filmadoras.

    Na residência foram presos o cabo, que está na Polícia Militar há 20 anos, o advogado Miguel, que também segundo os policiais federais era o encarregado de libertar os integrantes da quadrilha junto á polícia, a dona da casa, Juraci Joca, de 54 anos, uma costureira; Omarci Leite de Aquino, de 32 anos; Luiz Aquino Joca Lackeski, de 19 anos; Antonio Carlos Oliveira Souza, de 31 anos, um perueiro; Rudnei Aquino Santos, de 30 anos; o contador Jair Evangelista da Cunha, de 50 anos; Kalil Aquino Nuno, de 21 anos; Paulo Jefferson Assis, de 23 anos, comerciante; Ricardo Cavalcante Ribeiro, de 29 anos, vendedor, que cumpria condenação por assalto na Penitenciária de Franco da Rocha e está em regime semi-aberto, e Rodrigo Carvalho, de 26 anos, auxiliar de esxcritório.

    A Polícia Federal já hava identificado a maioria da quadrilha e oito deles, inclusive o cabo da Polícia Militar, estão com a prisão temporária decretada pela Justiça Federal em São Paulo pelo assalto ao posto de fiscalização da Receita. O Serviço de Inteligência da Polícia Federal após identificar o ladrão morto no banheiro no prédio da Receita – Luiz de Souza Pereira – passou a levantar as informações de
    todo o grupo, morador em bairros da zona norte da cidade.

    Com a identificação, os policiais solicitaram através de um inquérito instaurado na Delegacia Fazendária da PF a prisão temporária dos participantes da quadrilha. Do grupo fazem parte ainda outras seis pessoas, que estão identificadas e procuradas pelos policiais federais. A Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, através de seu setor de comunicações informou que o trabalho de apuração está sendo desenvolvido também para esclarecer o seqüestro e a morte do auditor.

    Quando do encontro do corpo, a PF chegou a suspeitar que Hélio Pimentel Júnior poderia ter sido vítima da máfia chinesa em São Paulo porque estava envolvido numa investigação sobre sonegação fiscal de diversos comerciantes.

    O Comando Geral da Polícia Militar foi comunicado da prisão do cabo Duarte da Silva e o serviço reservado da corporação estava também auxiliando nas investigações. O advogado Miguel nega qualquer participação com a quadrilha. Ele disse que apenas prestava serviços
    advocatícios para alguns dos detidos. Dos 12 presos, quatro deles trabalhavam como pintores e a Polícia Federal informou que eles faziam levantamentos em residências, prédios e nos locais que se empregavam dando informações para a quadrilha para que essa pudesse depois assaltar.
    :

    1. Ué, e não teríamos coragem de publicar pq? Afinal, covarde é quem assina com apelido pejorativo em vez do próprio nome. Se o cara foi detido ou se meteu em alguma treta na vida, isso não invalida sua atuação como advogado. Até pq, se vc ler a notícia toda, verá que não houve condenação, mas sim uma suspeita – o que pode muito bem ser errônea (ou não), visto todas as confusões feitas pela patética Justiça Brasileira, tal qual estão fazendo com Ras Geraldo. Hasta luego, mister Bráulio!

    2. braulio pinto vai falar da tua vida,se é que vc ta vivo,viver e aceitar e compreender tudo aquilo que tambem existe independente das diferenças,pelo visto vc é um matrix e fofoqueiro,mesmo que seja verdade,as pessoas mudam,a lei da evolução ninguém escapa nem o próprio capeta,agora me diz do teu passado hein??????????????????

    3. Ernani

      Acho uma vergonha, todos sabem sobre o Rastafarianismo e como funciona algumas coisas, aliás sabem o principal sobre o uso da Ganja, ae estamos em 2013, e quem sabe o porque do uso esta a favor de manter dessa forma, tem muita coisa errada por ae que tem que dar jeito e não ao um ritual sério sobre o uso da Ganja numa religião, embora temos o direito de ir e vir, e não saírem julgando coisas banais por alienação, não da pra sair por ae colocando chifre em cabeça de cavalos… LIBERDADE A RAS GERALDINHO, não creio que esteja o mesmo fazendo tráfico…

  8. Braulio Pinto

    Quero ver se têm coragem para publicar isso: O advogado do Geraldinho já foi preso como Chefe de Quadrilha que tinha PMs como integrantes.

    Terça-feira, 13 de Agosto de 2002, 18:35 | Online
    Avalie esta NotíciaRuimRegularBomÓtimoExcelente0 votos
    PF prende 12 em quadrilha chefiada por PM
    Tamanho do texto? A A A A
    Agentes do Setor Inteligência daPolícia Federal em São Paulo prenderam nesta terça-feira à tarde na Rua Morais Navarro, 536, Freguesia do Ó, zona norte da capital, 12 pessoas que fazem parte de uma quadrilha de assaltantes que agem em toda a capital. Segundo a Polícia Federal, os
    ladrões eram chefiados pelo cabo da PM Marcos Duarte da Silva, de 41 anos e pelo advogado Alexandre Khouri Miguel, de 33 anos.

    A investigação para identificação e localização da quadrilha começou no dia 17 de maio deste ano quando seis homens tentaram assaltar o posto de fiscalização da Receita Federal, na Rua Florêncio de Abreu, no centro da cidade. Houve troca de tiros com homens da segurança da Receita, e um dos assaltantes acabou sendo morto no banheiro.

    A quadrilha é suspeita também do seqüestro e morte do auditor fiscal Hélio Pimentel Júnior, de 32 anos, que desapareceu no dia 15 de maio e que trabalhava naquele prédio da inspetoria. O cadáver de Hélio foi encontrado carbonizado no município de Caieiras sem a cabeça e as mãos,que ainda não foram encontradas pela polícia.

    Parte da quadrilha presa hoje assaltou no começo da tarde um estabelecimento comercial próximo à Praça Panamericana, em Pinheiros. Quando a quadrilha se reunia na residência, na Freguesia do Ó, para a partilha dos produtos roubados foi cercada e presa pelos federais.

    Os federais apreenderam com os assaltantes um fuzil AK47, duas pistolas de calibres P.40 e 9 milímetros, dois revólveres calibre 38, um rádio de comunicação da Polícia Militar ligado na rede do Centro de Operações da PM; 50 mil tickets refeição; cerca de R$ 5 mil; US$ 800, relógios, câmeras fotográficas e filmadoras.

    Na residência foram presos o cabo, que está na Polícia Militar há 20 anos, o advogado Miguel, que também segundo os policiais federais era o encarregado de libertar os integrantes da quadrilha junto á polícia, a dona da casa, Juraci Joca, de 54 anos, uma costureira; Omarci Leite de Aquino, de 32 anos; Luiz Aquino Joca Lackeski, de 19 anos; Antonio Carlos Oliveira Souza, de 31 anos, um perueiro; Rudnei Aquino Santos, de 30 anos; o contador Jair Evangelista da Cunha, de 50 anos; Kalil Aquino Nuno, de 21 anos; Paulo Jefferson Assis, de 23 anos, comerciante; Ricardo Cavalcante Ribeiro, de 29 anos, vendedor, que cumpria condenação por assalto na Penitenciária de Franco da Rocha e está em regime semi-aberto, e Rodrigo Carvalho, de 26 anos, auxiliar de esxcritório.

    A Polícia Federal já hava identificado a maioria da quadrilha e oito deles, inclusive o cabo da Polícia Militar, estão com a prisão temporária decretada pela Justiça Federal em São Paulo pelo assalto ao posto de fiscalização da Receita. O Serviço de Inteligência da Polícia Federal após identificar o ladrão morto no banheiro no prédio da Receita – Luiz de Souza Pereira – passou a levantar as informações de
    todo o grupo, morador em bairros da zona norte da cidade.

    Com a identificação, os policiais solicitaram através de um inquérito instaurado na Delegacia Fazendária da PF a prisão temporária dos participantes da quadrilha. Do grupo fazem parte ainda outras seis pessoas, que estão identificadas e procuradas pelos policiais federais. A Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, através de seu setor de comunicações informou que o trabalho de apuração está sendo desenvolvido também para esclarecer o seqüestro e a morte do auditor.

    Quando do encontro do corpo, a PF chegou a suspeitar que Hélio Pimentel Júnior poderia ter sido vítima da máfia chinesa em São Paulo porque estava envolvido numa investigação sobre sonegação fiscal de diversos comerciantes.

    O Comando Geral da Polícia Militar foi comunicado da prisão do cabo Duarte da Silva e o serviço reservado da corporação estava também auxiliando nas investigações. O advogado Miguel nega qualquer participação com a quadrilha. Ele disse que apenas prestava serviços
    advocatícios para alguns dos detidos. Dos 12 presos, quatro deles trabalhavam como pintores e a Polícia Federal informou que eles faziam levantamentos em residências, prédios e nos locais que se empregavam dando informações para a quadrilha para que essa pudesse depois assaltar.
    :

    1. Ué, e não teríamos coragem de publicar pq? Afinal, covarde é quem assina com apelido pejorativo em vez do próprio nome. Se o cara foi detido ou se meteu em alguma treta na vida, isso não invalida sua atuação como advogado. Até pq, se vc ler a notícia toda, verá que não houve condenação, mas sim uma suspeita – o que pode muito bem ser errônea (ou não), visto todas as confusões feitas pela patética Justiça Brasileira, tal qual estão fazendo com Ras Geraldo. Hasta luego, mister Bráulio!

      1. DR.ALEXANDRE KHURI MIGUEL

        BRAULIO,IA TE CHAMAR DE QUERIDO,MAS NAO SOOU LEGAL.
        NESTE PAIS,ATE OS DIAS DE HOJE, ADVOGADOS SAO PERSEGUIDOS POR LUTAR PELA LIBERDADE, E IGUALDADE.
        ESTE CASO DE 2002 QUE VOCE RELATOU FOI EXTINTO O PROCESSO EM RELAÇAO AO ÁDVOGADO.
        E COMO NESTE CASO DO RAS GERALDINHO ,EU TAMBEM DEFENDIA INTERESSES DE PESSOAS OPRIMIDAS PELO SISTEMA.
        NAO ME ACOVARDO EM PSEUDONIMOS MINISTERIAIS.
        VOCE ACHA QUE NAO SEI QUEM SE ESCONDE ATRAS DO BRAULIO,
        NAO TENHO DUVIDAS QUE QUEREM ARRUMAR PRETEXTOS PARA PRENDEREM OS ADVOGADOS DO RAS GERALDO,MAS NUNCA ME ACOVARDEI EM DEFENDER OS INJUSTIÇADOS.
        NOS ANOS DE CHUMBO DO NOSSO PAIS,NAS DIRETAS JA, NO IMPEACHMENT DO COLLOR QUEM LEVANTOU A BANDEIRA FORAM OS ADVOGADOS E A SOCIEDADE,
        NENHUMA OUTRA INSTITUIÇAO.
        SOBRE O FATO DE ALGUEM SER PRESO PARA SUA REFLEXAO LEMBRO QUE OS ULTIMOS 3 PRESIDENTES DA REPUBLICA DO BRASIL FORAM PRESOS E TORTURADOS,LEMBRO NELSON MANDELLA,HUGO CHAVES E JESUS CRISTO REDENTOR.
        E QUE DEUS TE ILUMIINE COM MUITA LUZ PARA SAIR DA ESCURIDAO.
        ABS
        DR.ALEXANDRE KHURI MIGUEL

        PS. SE UM DIA PRECISAR SO CHAMAR O BRAULIO…TALVEZ UM DIA VC PRECISE DE UM ADVOGADO.CUIDADO COM O BAFOMETRO…

      2. É isso aí, Dr. Alexandre! Quem não deve, não teme! Contra os hipócritas maldosos, informação & paz! Parabéns pelo excelente trabalho realizado e altíssimo nível de esclarecimento. A casa é sua! Um abraço e força ao Ras Geraldinho! Liberdade já!

    2. braulio pinto vai falar da tua vida,se é que vc ta vivo,viver e aceitar e compreender tudo aquilo que tambem existe independente das diferenças,pelo visto vc é um matrix e fofoqueiro,mesmo que seja verdade,as pessoas mudam,a lei da evolução ninguém escapa nem o próprio capeta,agora me diz do teu passado hein??????????????????

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.