CONTEÚDO JORNALISTÍCO PARA MAIORES DE 18 ANOS
Home > NOTÍCIAS > BRASIL > Ministro Barroso divulga vídeo com defesa de descriminalização da maconha

Ministro Barroso divulga vídeo com defesa de descriminalização da maconha

/

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e integrante do Supremo Tribunal Federal (STF), compartilhou neste último sábado (8/5), nas redes sociais, vídeo no qual uma mulher, identificada como Dona Tereza, apoia a descriminalização da maconha.

Na legenda da publicação, o magistrado escreveu que “o depoimento dessa senhora vale por alguns tratados jurídicos e sociológicos. Merece ser visto com atenção e respeito”.

Nas imagens, a mulher defende: “Legaliza essa porcaria. Começa a vender lá na farmácia […] que eu quero ver os grandes empresários se matarem iguais aos nossos estão se mantando por um dinheiro que nem é deles”.

E acrescenta: “Legaliza! Vai fumar quem quiser fumar porque ninguém é [será] obrigado a fazer nada porque proibido já tá todo mundo fumando. Esse é um ponto”.

Em sua fala, Dona Tereza garante que o Estado possui metade da responsabilidade quando uma pessoa se torna criminosa.

“Ninguém faz um filho pra se tornar criminoso. No caminho da vida ele pega um atalho e para no cárcere, e essa responsabilidade não pode ser nossa. Metade dessa responsabilidade é do Estado, que não nos dá melhores condições de criar os nossos filhos, que protege meia dúzia de riquinho. Porque o pau que bate em Chico não dá em Francisco e esse pau precisa começar a bate do lado de lá. Vamos reivindicar os nossos direitos. com sabedoria e determinação”, dispara.

Confira:

*Fonte: Conexão Política

**Junte-se à roda do Maryjuana no Telegram**

You may also like
78% dos brasileiros são favoráveis ao uso terapêutico da maconha
Deputado francês leva baseado ao Parlamento durante debate sobre legalização da maconha
Nova York aprova projeto de legalização da maconha
Cannabis medicinal no México: um bom negócio para quem?

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.